Promoção do Livro "Como amar um lobisomem" de Sophie Collins

Olá queridos! Achei super apropriado lançar uma super promo aqui no blog pois afinal hoje é o dia nacional do livro né?! Por isso estou lançando aqui em parceria com a Editora Pensamento a promoção do livro "Como amar um lobisomem" de Sophie Collins, que a propósito, já foi resenhado aqui no blog. Para participar basta seguir o regulamento abaixo.



Regulamento (obrigatório) :
- Ser seguidor do blog
- Ser residente do Brasil
- Comentar qualquer coisa, neste post
- Ser cadastrado no site da Editora (Para se cadastrar clique aqui)
- Preencher o formulário: aqui!

Para chances extras:
- Você pode seguir o meu twitter, preenchendo novamente o formulário mas desta vez, marcando que sim, você é seguidor.
- Divulgar a frase abaixo no twitter (a cada 1 hora) e preencher novamente o formulário, agora com o link direto da divulgação
Eu quero o livro "Como amar um Lobisomem" que a @thayscilla está sorteando em parceria com a @ed_pensamento http://bit.ly/9qzOjs


A promoção irá de 29/10 até 21/11 !

Pronto! Agora você está tendo chances de ganhar este livro super fofo. Boa sorte para todos e divulguem bastante!

Resenha: Como amar um lobisomem - Sophie Collins

Sinopse: Ele é alto, moreno e bonito. Levanta o seu astral quando você está pra baixo. E está sempre ao seu lado para apoiá-lo. Mas… ele é um lobisomem! Seja ele seu melhor amigo há muitos anos ou alguém com quem você sentiu uma sintonia imediata poucos dias atrás, um lobisomem pode ser o melhor amigo de uma garota. Mas e se ele quiser mais do que isso? Se você é caidinha por um vampiro ou sonha em correr com lobos só para variar, aprenda como conhecer melhor seu lobinho, entrosar-se com o bando dele e resolver o mais desafiador dos triângulos amorosos.Descubra se o seu lobisomem é um macho alfa de verdade ou só um garoto com pelos demais. Aprenda técnicas seguras para driblar o bando e ter um tempinho só para vocês dois. Decifre o que vocês realmente sentem um pelo outro, seja esse sentimento uma simples amizade ou algo mais forte. Repleto de testes, informações surpreendentes e dicas sobre o que fazer, este pequeno guia pode fazer deslanchar até a vida amorosa mais complicada. Descubra de uma vez por todas quais são os seus sentimentos, sem perder o seu melhor amigo.


O livro foi conforme eu esperava. É infanto-juvenil e tem o intuito de nos dar dicas a respeito deste tipo de ser sobrenatural que está na moda: os lobisomens. Basicamente, o livro baseia-se em Jacob Black, pois cita em muitas partes as características do lobinho mais querido do cinema. E claro, eu sendo uma Team Jacob assumida, gostei bastante do livro.
É claro que ninguém vai sair “caçando” um lobisomem para se apaixonar, conforme o livro diz, mas eu achei muito bacana, pois é uma leitura gostosa, rápida e que diferencia bastante do que estamos acostumados a ler (ou pelo menos o que eu estou acostumada a ler). Afinal, o que custa sonhar um pouquinho?
Também tenho que dar os parabéns à Editora Pensamento, que trouxe o livro para o Brasil. O trabalho da Editora merece nota dez pois a capa em hardcover, as ilustrações e tudo no livro está muito perfeito!
Enfim, eu adorei ter tido a chance de conferir este ótimo trabalho que a Editora Pensamento fez. Aconselho todos a lerem, principalmente se você gosta de Jacob Black e/ou lobisomens.

Compre seu exemplar aqui!

Beijinhos e até a próxima postagem!

Resenha: A primeira vez a gente nunca esquece - Patricia Barboza

Como foi... ... o seu primeiro amor? ... o seu primeiro beijo? ... o seu primeiro fora? ... a sua primeira briga? Inesquecível? Um grande mico? Ou ainda não aconteceu? A adolescência é a fase de nossas vidas que mais nos proporciona as tão sonhadas e, por que não,as mais temidas primeiras vezes. A primeira festa, o primeiro namorado, o primeiro acesso de ciúmes, o primeiro choro de saudades. Conflitos, descobertas, medos, angústias... Sentimentos comuns ligados à primeira vez. Mas tudo isso também pode ser bastante engraçado. Quantas vezes passamos por situações realmente complicadas e, depois de certo tempo, não morremos de rir com aquilo? Como tudo isso é inevitável, vamos deixar os medos de lado e encarar a vida de frente! O livro traz 14 histórias, com protagonistas masculinos e femininos, contando sobre as suas primeiras vezes. Alguns dos temas abordados: o primeiro amor, a primeira barba, o primeiro sutiã, a primeira decepção, o primeiro emprego e o primeiro regime.



O livro “A primeira vez a gente nunca esquece” é composto por 14 histórias que contam momentos importantes da nossa vida: a primeira vez. Seja qual for. Seja o primeiro beijo, o primeiro namorado, o primeiro tombo, o primeiro amigo.. enfim, esses momentos ficam guardados para sempre em nossa memória, por mais engraçado ou humilhante que tenha sido. Afinal, anos depois do ocorrido, a gente sempre lembra e dá boas risadas desses momentos constrangedores.
Simplesmente adorei o livro. É bastante divertido, leve e gostoso de ler. Fiquei tão entretida lendo que mal percebi que os contos estavam acabando. Também me identifiquei muito com alguns personagens o que me fez rir mais ainda, lembrando dos momentos semelhantes que vivi.
A autora incentiva a levar esses momentos como um divertimento, pois afinal, essa primeira vez pode iniciar um ciclo de acontecimentos ainda maiores.
Eu recomendo a todos lerem e se divertirem, lembrando você também de suas primeiras vezes.


Na minha caixa de correio #3

Olá! Desculpem-me pela demora de posts mas é que estou em semana de prova então está quase impossível ler e postar. Enfim, depois que essa e a outra semana passarem postarei com mais freqüência.
Vim hoje mostrar para vocês os livros e marcadores que tenho recebido. São muito lindos!



Sussurro - Becca Fitzpatrick (Comprei no Submarino por 15 reais)


Lata com DVD duplo e várias outras coisas (Comprei no Submarino por 30 reais. Muito barato!)


Marcada e Traída - P.C Cast e Kristin Cast (Comprei no submarino por 9 reais cada)


Escolhida e Indomada - P.C Cast e Kristin Cast (Comprei no submarino por 9 reais cada)


Como amar um lobisomem - Sophie Collins (Cortesia da Editora Pensamento)


Opúsculo - The Harvard Lampoon (Comprei no Submarino por 9 reais)


Vida - Leandro Marcolino (Cortesia do autor)


Marcadores diversos que recebi da Karen (@tibiux) e da Ka (@ka_guima)

E aí, o que acharam? Essa caixinha demorou para sair mas tem bastante coisa legal né! Deixem seus comentários dizendo o que acharam. E até a próxima! ;)

Entrevista #1 - Regina Monge

Olá pessoas! Como vocês sabem, eu recebi o livro da Regina Monge e resenhei (confira o post abaixo), porém, decidi fazer algo mais. Pedi que a Regina Monge me concedesse uma entrevista e enfim, aqui estou postando para vocês também. A Regina foi uma fofa e até me fez surpresa o que achei bem bacana. Espero que vocês conheçam mais sobre a Regina através dessa entrevista e que fiquem bastante motivados a ler o livro dela.


1. "A escolha de cada um" é um livro inovador e estimulante, mas a pergunta é: Regina, o que te inspirou a escrevê-lo?

Venho de uma cidade muito pequena do interior de São Paulo, chamada Águas de São Pedro e estou em São Paulo desde os 20 anos. Comecei minha vida atuando na área contábil de uma indústria metalúrgica. Num dia de trabalho, nessa empresa, veio o desejo de escrever um livro, mas eu não sabia por onde iniciar. Fiquei uns dias com aquela ideia fixa na cabeça e resolvi começar. Quando comecei a datilografar as primeiras palavras veio em minha mente o contexto de uma eventual primeira parte da história e, naquele momento, eu já sabia que teria a segunda, mas não o seu conteúdo. Escrevi umas trinta páginas e arquivei por longos anos.

2. Revirei seu livro de canto a canto e na parte que resumia sua biografia, dizia que as ideias do livro surgiram no início dos anos noventa. É verdade? Como foram esses anos em que a primeira parte do livro eram somente ideias em sua mente?

É verdade, sim. Eu era uma jovem recém chegada de uma cidade do interior com muitos sonhos a realizar. Deixei toda a família no interior e vim em busca de trabalho e realização pessoal na Capital. Quando registrei as primeiras páginas, na década de noventa, eu estava trabalhando e fazendo faculdade; sobrava pouco tempo e o livro ficou para um segundo momento. No decorrer dos anos somos tomados por inúmeros motivos e vamos adiando alguns projetos em detrimento de outros. O livro realmente nunca saiu do meu pensamento eu sabia que escreveria, apenas não sabia quando. Os anos foram passando e tive a inspiração para a segunda parte da história e também a registrei e arquivei por outros longos anos. A Vida nos reserva surpresas e, ao longo desses anos, muitas coisas aconteceram. Tive uma forte depressão, algo muito novo e que me afetou muito; foram anos difíceis...
A partir desse momento decidi resgatar alguns projetos, dentre eles finalizar o livro. Desde essa época adquiri o hábito de registrar todas a idéias de novos projetos. Espero poder publicar muita coisa legal e, depois da primeira experiência, não demorará tanto, porque meus objetivos já são outros.

3. A primeira parte do livro deixa uma mensagem muito importante a respeito de como devemos fazer nossas escolhas e tentar alcançar nossos objetivos, nunca desistindo do que queremos. O que você tem a dizer sobre esta Primeira Parte do livro?

Quando escrevo, levo em consideração a minha própria experiência pessoal, a de meus amigos e familiares. Pela correria da vida, colocamos quase tudo no piloto automático e vamos vivendo, sem muito pensar em nossa vida, nos reais objetivos a serem atingidos. É necessário parar e analisar cada momento de nossa vida, cada fase que estamos vivendo, saber se realmente é aquilo que queremos para nós. Muitas vezes algo está nos maltratando e não tomamos uma atitude para mudar. Nós temos o controle da nossa vida e total condição de mudar rotas, desviar de obstáculos que nos machucam e, para isso, precisamos criar um alerta quase diário. Esse alerta nos avisará de determinada situação num momento e então devemos parar, pensar racional e emocionalmente, com equilíbrio e aí, sim, fazer escolhas. Nossa vida é um constante caminho de fazer escolhas. Acordamos fazendo escolhas, no momento em que acordamos, sorrindo para a vida ou chutando tudo pela frente.
Falando um bom dia sincero no elevador ou mal olhando a pessoa que está dividindo aquele mesmo espaço com você e, assim, vai correndo todo o dia.
Nossa vida é composta de escolhas simples como essa que menciono, a escolhas que definirão nosso futuro, nosso bem estar, família. Todo esse processo requer atenção para não se tomar decisões precipitadas; temos o total controle de fazer as escolhas certas em nossa vida.

4. E a respeito da Segunda Parte?

Pela segunda parte eu tenho um carinho muito especial, porque retrato uma personagem que pode ser qualquer um de nós, ela tem quase tudo e poderia ser a pessoa mais feliz do mundo, mas falta algo em sua vida. Sempre falta algo em nossas vidas. Porém, Anna, por meio de um processo doloroso, cria coragem e decide que quer mudar e está pronta para fazer a grande escolha de sua vida: Amar.
Ela percebe um vazio imenso dentro de si e, após identificar as causas, sai na busca para preenchê-lo, mesmo enfrentando medos e insegurança. Ela é lutadora e sua luta mostra que vale a pena o longo caminho e estar preparada para a grande escolha.


5. Quando seu livro foi publicado, como você se sentiu?

Entre escrever um livro e vê-lo publicado há um longo e lento processo, com muitos pormenores; tem a primeira revisão, a segunda, as opções de capa para escolher, definição de local e data de lançamento e, tudo isso, já é muito gratificante.

Receber o livro impresso é um momento especial, sem dúvida, mas para mim o mais emocionante foi a noite do lançamento, na Livraria Saraiva, aqui em São Paulo. A emoção de ver meu livro em destaque, no balcão da livraria, ver uma pilha exposta em uma ilha principal e as pessoas que começavam a formar filas para receber meu autógrafo; esse foi o momento mais emocionante, quando me senti, verdadeiramente, autora de uma obra.


6. Fiquei um pouco curiosa ao terminar de ler o prólogo que é escrito pelo Professor Horacio de Benedicto Filho. Pode nos dizer algo a respeito de como vocês se conheceram ou do porquê daquele texto no prólogo?

Thais, resolvi solicitar ao próprio Horácio que respondesse essa pergunta, para esclarecer sua curiosidade:
“Conheci Regina por meio de uma amiga em comum; já me encontrara com ela em algumas ocasiões, mas daquele jeito bem brasileiro: olá, tudo bem? Olá, como vai? , beijinhos prá cá e prá lá, e só. Mas impressionou-me, desde o primeiro momento, o ar de seriedade e determinação; é aquela aura que podemos sentir nas pessoas predestinadas. Soube, mais tarde, de seu livro por essa amiga; pediu-me licença para enviar-me alguns textos de Regina, para eu opinar. Em tempo, sou educador de carreira, fui professor de Português, e tenho fascinação por nosso idioma.
Bem, mandaram-me os textos , opinei, observei e, daí, Regina me telefonou; conversamos longamente e ela me falou de seu livro, propôs-me fazer a primeira revisão. Aceitei prontamente, seja porque vislumbrei, ali, um talento da literatura fantástica, seja para conhecer de forma mais profunda um autor em fase de lançamento.
Confesso minha ansiedade todos os dias, durante a fase de revisão, na espera de um novo capítulo de A Escolha de Cada Um. E me envolvi com os personagens, com a trama, com a forma lúcida de comunicar.
Nasceu uma bela amizade. Regina é verdadeira, transparente, direta. E eu gosto disso. Quando ela me pediu para escrever o Prefácio, pensei muito. No final, aceitei e transmiti minhas emoções. É difícil escrever sobre uma obra sem revelar seu destino. Então, joguei algumas idéias para despertar a curiosidade do leitor. E deixei fluir as emoções porque, afinal de contas, eu fui cúmplice de Regina: soube antes de todos os demais leitores sobre os acontecimentos na vida do personagem “Livro”, na de Anna e de todos os outros. E, também, me surpreendi com o final. Fui o mais privilegiado . Pude acompanhar a construção da trama, sei como ela fluiu e isso me tornou um admirador incondicional dessa jovem e promissora artista.”

7. Obrigada pela gentileza de me conceder esta entrevista. Quer deixar algum recado para os seus leitores?

Sou em quem agradece por esse momento de compartilhamento de experiências e idéias.
Gostaria de encerrar com um pedido: se vocês tiverem a oportunidade de ler a “Escolha de Cada Um”, meu filhote primogênito, e gostarem do enredo, das mensagens e personagens, divulguem a seus familiares , amigos , a todos seus contatos na rede.Vamos ver se com essa corrente boca a boca ele possa atingir o maior número de pessoas e , assim, cumprir sua missão.
Para quem quiser me escrever, registrar sua opinião, perguntar algo, sugerir, deixo meu e-mail à disposição: autora_aescolha@terra.com.br.


E então, o que acharam da entrevista? A autora é muito bacana mesmo e só tenho a agradecer. Espero por comentários, ok? Beijinhos!

Resenha: A escolha de cada um - Regina Monge

Sinopse: A Escolha de Cada Um nos ensina a reconhecer nossas limitações,nossos problemas,e nos impulsiona a ir ao encontro das soluções,buscar as oportunidades que a vida nos oferece.Alerta-nos para combatermos nossa inércia,nosso amortecimento,pois eles nos imobilizam,impedindo-nos de enxergar acontecimentos importantes.Esquecer o passado e ir em busca de nossos sonhos,nossos ideais.Ensina também que a existência continua, mostra um caminho iluminado,deixando-nos ver os obstáculos a superar.Dá a todos os mesmos direitos:à felicidade,ao sucesso,ao amor.Ele nos ensina a fazer escolhas.Escolhas certas.É um livro instigante,porque mistura realidade cotidiana com trechos totalmente surrealistas,História;e fala, acima de tudo,sobre o amor e seu poder de transformação.

O livro “A escolha de cada um” é dividido em duas partes. Confesso que fiquei surpresa ao descobrir que a primeira parte era narrada por um livro que tinha sentimentos e que interagia com o leitor. Aliás, Regina Monge foi muito sábia em criar esse personagem inovador.
A primeira parte conta a trajetória de um livro que fora deixado em uma estante, no fundo de uma livraria, após o fracasso do seu lançamento. Porém seu destino muda a partir do momento em que um homem se interessa por ele e o compra. Logo, a estória contida no livro sensibiliza todos que o lêem e então, ele finalmente vira um sucesso.
A segunda parte é o conteúdo do livro-personagem. Retrata a vida de uma mulher supostamente feliz, depois de conseguir um alto cargo no lugar onde trabalha. Porém, conforme ela freqüenta às seções de terapia, percebe que deve tomar alguma atitudes para mudar a situação em que se encontra. Tomada de coragem e decidida, viaja para Petra, na Jordânia. Lá conhece um homem chamado John, que a faz acreditar que pode voltar a amar novamente. Passados os dias em Petra e em Paris, Anna volta para o Brasil realizada. Porém, não consegue contatar John de maneira alguma e isso a deixa frustrada. Decide então, partir para os Estados Unidos para procurar John. Ficada chocada quando descobre algo surpreendente sobre ele, porém decide que tudo acontecera por algum motivo. É então que ela depara-se com o final de um mistério que envolvia seus sonhos e um homem de olhos verdes penetrantes.
Ambas as estórias tocam o leitor e nos surpreende com o final inesperado. Particularmente, senti que o livro esclarecia dúvidas em minha própria vida, mostrando que tudo depende das escolhas que são feitas. Atualmente, considero este livro um dos melhores da minha estante. Aconselho todos a lerem pois aposto que a estória irão tocar a todos vocês também! Agradeço a Regina Monge por ter me cedido o livro para resenha. E em breve, estarei de volta aqui com uma super entrevista com a autora.
Então é isso. Deixem seus comentários sobre a resenha/livro e até a próxima. Beijinhos..