Resenha: A vida em tons de cinza - Ruta Sepetys

Sinopse: 1941. A União Soviética anexa os países bálticos. Desde então, a história de horror vivida por aqueles povos raras vezes foi contada. Aos 15 anos, Lina Vilkas vê seu sonho de estudar artes e sua liberdade serem brutalmente ceifados. Filha de um professor universitário lituano, ela é deportada com a mãe e o irmão para um campo de trabalho forçado na Sibéria. Lá, passam fome, enfrentam doenças, são humilhados e violentados. Mas a família de Lina se mostra mais forte do que tudo isso. Sua mãe, que sabe falar russo, se revela uma grande líder, sempre demonstrando uma infinita compaixão por todos e conseguindo fazer com que as pessoas trabalhem em equipe. No entanto, aquele ainda não seria seu destino final. Mais tarde, Lina e sua família, assim como muitas outras pessoas com quem estabeleceram laços estreitos, são mandadas, literalmente, para o fim do mundo: um lugar perdido no Círculo Polar Ártico, onde o frio é implacável, a noite dura 180 dias e o amor e a esperança talvez não sejam suficientes para mantê-los vivos. A vida em tons de cinza conta, a partir da visão de poucos personagens, a dura realidade enfrentada por milhões de pessoas durante o domínio de Stalin. Ruta Sepetys revela a história de um povo que foi anulado e que, por 50 anos, teve que se manter em silêncio, sob a ameaça de terríveis represálias.
Estou arrependida por ter deixado este livro meses sendo desprezado lá na minha estante, mas eu não tinha ideia de que iria gostar tanto. Eu gosto da capa deste livro mas pela sinopse eu não esperava algo tão intenso e ele é assim. Ao passar das páginas a história foi me comovendo, me surpreeendendo e principalmente me conquistanto. Foi impossível não ficar agitada, querendo quebrar a cara do Stalin,
A vida em tons de cinza traz a história de uma garota de 15 anos chamada Lina que do nada é mandada pela mãe para arrumar as malas e guardar algumas das coisas mais importantes para ela. Acontece que o pessoal da NKVD – a polícia comunista – estavam esperando por Lina, Jonas – seu irmão – e Elena – a mãe. Lina fica apavorada quando é jogada em um caminhão junto com um monte de outras pessoas mas, acima de tudo, ela quer saber onde está o pai. Depois de uma longa jornada de trem onde muita coisa acontece, a família junto com os colegas de vagão são deixados em um campo de trabalho chamado Altai. Lá, as condições em que vão viver são terríveis e, quando as coisas parecem estar finalmente se ajeitando para a família, vem a surpresa de que vão ser mudados, de novo.
O livro é contado em primeira pessoa assim os sentimentos da Lina atinge o leitor em cheio. Para mim, foi impossível não ficar agitada, querendo quebrar a cara de Stalin. A raiva, o ódio de Lina pelos soviéticos é quase palpável e o leitor começa a sentir isso também depois de tanto sofrimento e dor que eles passam.
A saudade do pai, da Joana, da vida que tinham.. tudo isto é presente durante todo o livro. Mas o que eu acho que fez o livro mais perfeito ainda foi o romance entre ela e Andrius – um garoto que viajou no vagão em que ela estava. Andrius também foi deportado e quando chega ao Campo de trabalho Altai sofre muito mas ajuda Lina, Elena e Jonas com o que pode. Ele a ajuda mesmo tendo ela ignorando-o e brava com ele. E no aniversário dela, ain, ele é tão fofo. Mas depois tem a viagem da família de Lina para outro lugar e dessa vez Andrius vai ficar pra trás. Gostei do jeito que a autora desenvolveu esse personagem pois quando Lina está praticamente sozinha lá no norte – com a chance do pai estar morto, a mãe morta e o irmão doente – Andrius passa a ser mais um objetivo de sobrevivência. E a certeza dela de que irá encontrar ele.. é tudo muito bonito e que me comoveu muito.
É claro que no livro tem vários outros personagens como a Srta. Rimas, o careca, o Nikolai – que algumas vezes eu tinha vontade de bater – e muitos outros deportados e oficiais. Mas o que chama atenção é no tratamento que estes oficiais dão aos deportados. É horrível e como eu disse antes, dá vontade de bater em todos eles e em Stalin também.
A vida em tons de cinza é um livro magnífico que mostra a luta pela sobrevivência destes lituanos. O sofrimento, a dor, humilhação são sentimentos marcantes em seu novo dia-a-dia além de ter que lidar com a morte, a doença e opressão destes oficiais soviéticos. Mas apesar do tema ser guerra e de vir todo esse pacote de coisas negativas, ainda lá no fundo do coração desses personagens reina a esperança de liberdade e um forte sentimento patriota que emociona qualquer leitor.




Vejam o vídeo e depois me digam se aumentou ou não o interesse pelo livro *-*

23 comentários:

  1. É baseado em fatos reias? Porque assistindo o book trailer dá pra pensar isso.
    Não sei se eu iria gostar desse livro... Mas pode acontecer o mesmo que você, né? rs
    Acho a capa bem bonita, mas a sinopse não me agrada.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake

    ResponderExcluir
  2. Oi ..

    Sabia que você ia gostar do livro ^^
    Ele é simplesmente maravilhoso, muito bom mesmo. Uma das melhores leituras, não só de 2011, mas de toda a minha vida!

    Ótima resenha.

    João Victor
    Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. ADORO livros que de certa forma incluem HISTÓRIA do mundo, e com certeza esse período soviético deve ter resultado em muitas boas histórias, como essa. A capa é realmente linda, estou me sentindo tentada a escrever depois da resenha! Consigo imaginar o que é se sentir envolvida com a raiva da personagem em relação ao Stalin, e a tudo que ele causou. Deve ter sido uma boa leitura, vou procurar ler também!

    Carla
    livroepipoca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ja o tinha na minha lista... e como amo livros que retratan momentos historicos e falam sobre guerra... tenho grandes expectativas quanto a este livro.
    E agora com a sua resenha e video maravilhosos para complementar, simplesmente fiquei com vontade de sair correndo e comprar o livro AGORA.... :D
    Bjs
    Georgia_Schmitt

    ResponderExcluir
  5. Oi, Thais :) Eu confesso que fiquei arrepiada só de ler sua resenha.
    Faz tempo que não leio um livro tão intenso, profundo e dramático. Esse parece tocante.
    Vou colocar na lista.
    Ótima resenha!

    Bjs ;)

    ResponderExcluir
  6. Aaaaain, eu vi o video todinho, que triste ;_;
    Realmente, eu não iria ler o livro só pela capa, ou pela sinopse, mas conhecendo a origem dele, e por que ele foi escrito, com certeza a vontade aumenta *-*

    Parece ser uma história muito bonita, mas como você disse, deve dar um ódio no coração .... hahahaha

    Adorei a resenha, Thay! :D

    Beijoooo!

    Ju
    julianagiacobelli.com

    ResponderExcluir
  7. Todo mundo elogia esse livro, mas não quero acrescentar mais livros "comoventes" a minha lista, já tenho muitos aqui em casa que fica complicado :/
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  8. deve ser incrível mesmo
    amo livros que se passam nesse contexto
    ótima resenha Thay, fiquei ainda mais ansiosa pra ler o livro! e Vc conseguiu me emocionar *_*

    bj

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha, e me interessei pelo livro :)

    ResponderExcluir
  10. Eu acho lindo livros assim ^^
    Pela capa é difícil imaginar que é uma história tão pesada, né?
    Estou louca para ler ele, e tenho certeza que será uma de minhas próximas leituras!
    Acabei de ver todo o vídeo *-* Dá mais vontade ainda, com certeza!
    E fiquei feliz por saber que tem um pouquinho de romance ^^ acho que fica mais emocionante ainda!
    Parabéns pela resenha, está ótima! =D
    Bjus =*

    ResponderExcluir
  11. Queria muito comprar o livro e começar a ler, mas não uma vontade tão grande e, com sua resenha, essa vontade aumentou muito. Já anotei que será minha próxima compra e, com toda certeza irei adorar o livro. Gosto muito de livros assim. Um dos meus favoritos é A Chave de Sarah. Quando puder ler, leia... É lindo e super emocionante :')
    E sim, esse book trailer me deixou MORRENDO de vontade de ler o livro, rs



    Beijinhos, Amanda Cristina.
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  12. Esse livro parece ter uma história linda e emocionante né, Thay?!
    Amei sua resenha!

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  13. Olá, Thay!!
    Espero ter a oportunidade de ler este livro algum dia, achei a história bem instigante e a sua resenha me deixou ainda mais curiosa a respeito.
    Adorei a sua resenha!!
    Bjos.


    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  14. O livro parece ser ótimo, e pela sinopse eu já imaginava o quanto ele pode ser intenso. Mas ao mesmo tempo e muito triste ler tudo isso, está na minha lista de próximas leituras.. mas vou deixar um pouco mais para frente. Obrigada pela resenha, beeijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Thay!
    Eu amei a história do livro, e estou doida para ler! Estou com ele aqui me esperando :D
    Adorei sua resenha, ficou ótima!
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo – Conheça: Suburgatory. Passa lá!
    Beijos, Nathi
    @bookswonderland
    Books in Wonderland

    ResponderExcluir
  16. Oii!
    Nossa, eu nem fazia ideia que esse livro se tratava desse tema ;x Caramba!!! Eu adoro esse tipo de livro, intensos, sobre guerras e que mostram o sofrimento daquela época (Não, não sou uma pessoa ruim! kkk é só que é minha época favorita de estudar na história, rs. Ok, ainda pareço má? .-.) Enfim. Agora estou louca pra lê-lo *-* rs

    Beijos, Nanda
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Thais!
    Ganhei esse livro em uma promoção mas não li ainda.
    Nossa, não sabia que ele se tratava disso!
    FIquei curiosa pra ler agora.
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi, Thay!
    Nossa eu AMEI esse livro, para mim ele e o Antes que eu Vá encabeçam a lista das melhores leituras de 2011 *-*
    Ótima resenha :)
    Beijos,

    Gabriel M. Souza
    http://carolespilotro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. parece ser lindo
    vou ler e tenho certeza que vou amar!
    bjoss

    ResponderExcluir
  20. Estou cada vez me surpreendendo mais com esse livro, cada resenha que leio fala melhor dele. *-*
    É um dos próximos da minha lista de leitura, não vejo a hora de lê-lo :)
    Beijos
    Geê - algodisso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Quero muito ler este livro, adorei a sinopse, a resenha e a temática pra mim parece ótima.
    Fora que o titulo e a capa me chamou a atenção.
    beijos

    ResponderExcluir
  22. Parece ser muuito bom!
    Parabéns pela resenha!
    Abraço...

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com"

    ResponderExcluir
  23. Como pode deixar um livro com uma capa tão linda sem ler na sua estante? Ai pode não. A história dele é linda e pela sua resenah estou bem curiosa para ler.

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante:)