A Paramount Pictures Brasil e a editora Galera Record convidam você para a pré-estreia de Cowboys & Aliens!

Seja um dos primeiros a assistir o filme Cowboys & Aliens, do diretor Jon Favreau, na pré-estreia exclusiva para convidados em São Paulo no dia 08/09 às 21:30h? Para concorrer a um ingresso é só participar da promoção daqui do blog (ThayPriscilla) em parceria com a Galera Record e a Paramount Pictures Brasil!



Prêmio: Ingresso duplo para a pré-estréia! 

Saiba como participar!

Basta seguir a @galerarecord, a @ParamountBrasil e o blog @thayscilla e retuitar a seguinte frase até o dia 06/09/2011:

Sou fã e vou ler Cowboys & Aliens da @galerarecord e ver o filme da @ParamountBrasil na pré-estreia! http://kingo.to/NAX

 ** A promoção é válida entre os dias 31/08/11 e 06/09/11 apenas para moradores da cidade de São Paulo.

Visite o site do filme: www.cowboysealiens.com.brVeja o trailer do filme! Visite também o site da Galera Record e saiba mais sobre a HQ Cowboys & Aliens e o romance de Joan D. Vinge!  Já curtiu a fanpage do filme? www.facebook.com/CowboyseAliensBR

REGULAMENTO:
- Seguir @galerarecord no twitter
- Seguir @ParamountBrasil no twitter
- Seguir @thayscilla no twitter
- Retuitar a frase completa acima
- Só poderá participar quem tiver acima de 14 anos
- O participante deve morar na cidade de São Paulo
- O ingresso dá direito a um acompanhante e é válido apenas para a pré-estreia citada acima
- O ingresso é intransferível e em caso de extravio este não será redistribuído 
- O sorteio será realizado no dia 06/09/2011 às 17hs


Resenha: Chantilly - Mare Soares

Sinopse: Um diário foi escrito. Catherine Aragon, numa atitude desesperada, escreve suas recordações em busca de socorro. Somente dez anos depois suas palavras foram ouvidas por um renomado cientista. Ethan Stuart, um homem com pouco carisma, toma as rédeas da situação para tentar ajudá-la. Ele contará com a ajuda de personagens suspeitos: o exótico Leon Saiter, um alcoólatra sem muita perspectiva, que arriscará a própria vida para obter êxito na resolução do caso, e a interessante Anabelle, que vive um dilema dentro de si onde questionará suas verdades e seus valores. A tríade investigadora conclui a soma dos catetos, tornando Chantilly um dos desafios mais intrigantes do seu viver. Mergulhe nesta aventura, em um ambiente noir, repleta de mistérios a serem desvendados numa cidade onde as pessoas perderam as lembranças.
Eu ultimamente virei uma leitora curiosa e sem preconceito quando o assunto é autor nacional. Mas acho que porque tinha altas expectativas para Chantilly, fiquei meio decepcionada quando finalizei a leitura.
No livro, Chantilly nada mais é do que uma cidade situada na França e o palco de um terrível acontecimento. As pessoas que moravam lá perderam suas memórias como que se fosse uma doença transmissível e alguns poucos sobreviveram. Em meio a isso, Catherine escreve um diário que é encontrado dez anos depois por um cientista chamado Ethan. Obviamente, ele quer se aprofundar nesse misterioso caso e é assim que o livro se desenrola.
Geralmente não me importo como o livro é contado, seja em forma de diário, cartas ou o que for. Mas senti que Chantilly foi uma leitura meio pesada e que deixou a desejar. Alguns acontecimentos aconteceram rápidos demais e a narração era simples, sem descrição ou qualquer outro tipo de aprofundamento. Mas o que realmente me deixou decepcionada foi o rumo da estória. As coisas acontecem tão rápido e de forma tão inesperada que eu fiquei meio que perdida.
Tenho que admitir que a ideia da Mare foi bem legal mas acho que o modo que ela pôs no papel deixou um pouco a desejar. Enfim, eu espero poder ler o próximo livro dessa série para descobrir um pouco mais do mistério que envolve a estória. E, embora eu não tenha gostado muito, aconselho que vocês leiam - se estiverem curiosos - para tirarem suas próprias conclusões.


Na minha caixa de Correio #21 + Resultado

Olá fofuxos! E cá estou eu com mais um Na minha caixa de Correio. Sério.. esse vídeo novamente saiu horroroso e eu fico olhando para todos os lados e além disso ainda estou com conjuntivite então não reparem na minha vesguice e tudo o mais. Quero pedir mil desculpas por não fazer um post decente  agradecendo todo mundo por tudo que vocês fazem pelo blog mas acredito que vocês saibam disso, certo? Além do mais.. no vídeo eu estou dando algumas explicações sobre o futuro do blog, então não deixem de assistir, ok?
E, para os curiosos de plantão que estão querendo saber quem ganhou o que na promoção de aniversário do blog, sinto informar que terão que assistir todo o vídeo para ver o resultado ok? Ganhadores,  não se preocupem, entrarei o contato ainda hoje ou amanhã.



** Sério mesmo.. eu estou mega estranha nesse - e em todos os outros - vídeo :/

Resenha: Em Chamas - Suzanne Collins

Sinopse: Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Dessa vez, além de lutar por sua própria vida, terá que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem. Mistura de ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia, Em chamas é o segundo volume da bem-sucedida trilogia iniciada com Jogos vorazes, mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos. Com mais de quatro milhões de exemplares vendidos apenas nos Estados Unidos e por 130 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, a trilogia assinada por Suzanne Collins ganhará adaptação para o cinema, com estreia prevista para março de 2012. Katniss e Peeta deveriam estar felizes. Afinal de contas, eles ganharam para si e para suas famílias uma vida de segurança e fartura. Mas há rumores de rebelião entre os distritos, e Katniss e Peeta, para seu horror, são a face da rebelião. A Capital está com raiva. A Capital quer vingança.
A resenha pode conter spoilers para quem não leu Jogos Vorazes. Mas não deixe de comentar!

Vocês já sabem que eu me apaixonei por Jogos vorazes e que fiquei louquinha para ler a continuação, né? Pois então, finalmente pude comprar meu Em Chamas e, definitivamente, este segundo livro da série consegue ser ainda melhor que Jogos vorazes.
No momento em que terminei a leitura de Jogos vorazes percebi que a Suzanne tinha criado uma estória com um potencial enorme e com tendência a ficar melhor a cada livro da trilogia. Mas sabe como é né, quando você está querendo ler tem uma certa expectativa e, depois que você finaliza a leitura, você fica chocado, extasiado, surpreso com o rumo que a estória vai tomando. E é exatamente por isso que o segundo livro é melhor que o primeiro. Os personagens são mais bem desenvolvidos e conhecemos a história de alguns personagens que já eram citados no primeiro livro. Além disso, também somos apresentados a novos personagens e, nem preciso dizer que os personagens que a Suzanne cria são maravilhosos, né? A Suzanne sabe manipular o leitor a pensar de um modo de tal personagem e depois nos surpreendemos quando a verdade vem à tona. Sem dúvidas, a Suzanne é mestra em surpreender o leitor.
Agora, falando um pouquinho do que se passa no livro, quero deixar claro que embora eu ache que o livro “correu” um pouco, não deixou de ser perfeito. Vocês devem estar se pergunta “Como assim, ‘correu’?”. Vou explicar tudo direitinho.
Depois de vencer os Jogos Vorazes, Katniss só queria ter sua antiga vida de volta. Mas, a Capital não ia deixar Katniss em paz, obviamente. Em chamas começa justamente com um evento chamado “Tour da Vitória”, onde os vencedores dos Jogos Vorazes fazem um tour pelos 12 distritos mais a capital. É aí que eu achei que “correu”. O tour é contado muito rapidamente e eu acho que a autora poderia ter explorado melhor essa parte. Mas fazer o que, né? Não vou contar mais nada do rumo que a protagonista segue porque seria muito spoiler, mas podem ter certeza que cada capítulo é inesperado. E é isso que eu acho legal nos livros da Suzanne. O leitor termina um capítulo e não sabe o que virá no próximo, ou seja, diferentemente de muitos livros em que você já tem ideia do que vai acontecer, Em chamas surpreende o leitor a cada novo capítulo.
Se vocês leram minha resenha de Jogos Vorazes sabem então que eu não tinha tomado um partido no que diz respeito aos garotos da série. Pois bem, vou explicar a minha situação de agora.
Como eu previa, neste segundo livro tem a concretização do triângulo amoroso entre a Katniss o Peeta e o Gale. Além disso, neste livro também tem muito mais sobre o Gale do que no livro anterior. Certamente, eu estava mega curiosa sobre este personagem e, para mim, ele prometia arrasar. Fico feliz em contar-lhes que o Gale é ainda mais apaixonante em Em chamas. Não sei se foi só eu mas enquanto lia JV tive um insight de que teria um aprofundamento sobre o personagem Gale no segundo livro e é exatamente isto que causa a formação/concretização do triângulo. Mas, entendam, embora eu adore o Gale – que é um personagem maravilhoso e ousado – também tem o Peeta – que é um fofo e que sempre está ali para melhorar a situação. Então a conclusão em que cheguei é: o Gale é uma graça e eu o adoro mas o Peeta é minha paixão nesta série. Odeio ter que tomar um partido e virar "team alguém" mas quem me conquistou arrebatou meu coração foi o Peeta, não tem jeito. Pode ser que alguma coisa aconteça no terceiro livro e eu mude para o lado do Gale, mas do jeito que o Peeta é incrível e quase nunca me decepciona, acho bem difícil.Se o papai noel me quiser me dar o Gale de presente eu fico feliz também!! *-*
Agora, parando de falar nos garotos do livro, vou falar dos outros personagem. No geral, adorei todos que deveria adorar e odiei o que deveria odiar – Presidente Snow. Mas quem roubou a cena mesmo foi o Haymitch. Eu não fazia a mínima ideia da história deste personagem e do que ele era capaz. Outro personagem que merece palmas é o Cinna. Ele já era fantástico em JV e agora em Em chamas ele é ainda mais incrível.
Certo, me empolguei um pouquinho - muito - e essa resenha ficou imensa. Mas então, só para terminar, espero ter mostrado para vocês o quanto essa série vale a pena ser lida. Os temas fazem o leitor refletir e além disso, se aventurar com a garota que desafiou a Capital. O livro é super bem escrito, cada detalhe tem um papel fundamental para o que virá pela frente e a autora sabe exatamente como deixar o leitor grudado ao livro. Mal posso esperar para ler o terceiro livro da série.

- Seria mais fácil se ele fosse uma pessoa fácil de odiar.
- Nem precisa dizer isso logo para mim - digo. - Se eu pudesse tê-lo odiado na arena, não estaríamos todos metidos nesta encrenca agora. Ele estaria morto e eu seria uma vitoriosa única e feliz da vida.
- E onde nós estaríamos, Katniss? pág. 199
- Se sentir atraído por beleza não é a mesma coisa que ser fraco - observa peeta - Exceto, talvez, no que diz respeito a você. pág. 225
- Então o que a gente deveria fazer nos nossos últimos dias?
- Só quero passar todos os minutos possíveis do resto da minha vida com você - responde Peeta pág. 258


Resenha: Mulheres solteiras não são de Marte

Sinopse: Diana, Lili e Betina são amigas inseparáveis. E assim como todas as mulheres elas gostam de conversar, passear, fazer compras e namorar. Mas é claro que o universo feminino não é feito só de coisas boas. Como em um papo descontraído no bar Diana vai contando seus problemas cotidianos e seus apuros nos relacionamentos com homens de todos os tipos: canalhas, grudentos, super-heróis, traidores, fofinhos, príncipes, sapos e outros tantos babacas. Com certeza você irá se reconhecer em alguma (ou muitas) das histórias compartilhadas por essas amigas. Uma lição de vida e bom-humor que irá ajudá-la a superar, escapar e reconhecer o que cada homem tem para oferecer. Sem rodeios ou invenções. Baseado no blog Papo de Calcinha, este livro reúne uma coletânea das melhores histórias postadas no site, e algumas outras inéditas para você!
Sabe quando você tem alguma ideia do livro mas, que quando inicia a leitura vê que é muito mais do que esperava? Então, este livro é assim. Pensei que eram apenas alguns contos que não tinham muita ligação e que falavam sobre solteirice. Me enganei totalmente.
O livro não trata apenas de solteirice mas sim de TUDO sobre a vida de uma mulher. Desde homens, contas, roupas até família, porres, etc. Os capítulos são contos, mas logo o leitor percebe que tem sim algumas ligações entre eles. Até porque tem contos que mencionam certos personagens que apareceram em contos anteriores.
Em “Mulheres solteiras não são de Marte” temos três personagens principais: Diana – a protagonista -, Betina e Lili. Três amigas inseparáveis que enfrentam os problemas da idade – em torno dos trinta – e de um mal chamado “homem”. De fato, o livro é muito divertido e super bem humorado. Adorei o jeito de a Letícia escrever como se a Diana estivesse conversando com a leitora. Não preciso nem dizer que eu me senti amiga íntima da protagonista né? Mesmo eu não tendo a faixa etária das personagens do livro, eu me diverti muito com suas aventuras. O livro, nada mais é do que uma amostra da realidade de muitas mulheres adultas. Alguns contos me fizeram refletir bastante e, teve tantos personagens que eu perdi a conta. Durante a leitura dos contos é impossível você não familiarizar com algum personagem ou ver algumas características marcantes do seu amigo/primo/namorado nos personagens masculinos. Ou seja, entre os 50 contos que estão nos livros, é praticamente impossível que você não se identifique com nenhum. Até porque, como eu disse anteriormente, cada conto tem um tema diferente do outro.
Definitivamente, o livro não é manual nem auto-ajuda, até porque ali não encontramos nenhuma resposta. Mas, é aquele tipo de livro que te mostra a situação e te leva a refletir sobre isso. Eu adorei, me diverti muito e já estou até fazendo minhas amigas lerem um conto ou outro – os que eu achei que tem a cara delas. Enfim, é um livro bem fácil de ler, com capítulos curtos – adoro capítulos curtos *-* - e que leva você para uma viagem incrível no mundo das mulheres. Eu recomendo, com certeza!
Assistam abaixo a entrevista realizada pela Universo dos livros com a autora do livro.



Na minha caixa de Correio #20 + Resultado

Oi pessoal! Espero que gostem do vídeo desta semana e aproveitem para ver o resultado do riddle, ok? Para aqueles que não ganharam, não desistam! Ainda terá muitas promoções legais rolando aqui no blog.


Resenha: Pequeno Irmão - Cory Doctorow

Sinopse: Marcus, pseudônimo “w1n5t0n”, só tem 17 anos, mas acha que sabe tudo sobre como o sistema funciona — inclusive como passar a perna nele. Esperto, rápido e escolado no mundo da internet, Marcus não tem problema nenhum em enganar os sistemas de segurança da escola. Mas sua vida muda totalmente quando ele e os amigos são presos pelo Departamento de Segurança e levados a uma prisão secreta onde serão interrogados. Lá fora, São Francisco sofre um gigantesco ataque terrorista. Agora, cada cidadão é tratado como um terrorista em potencial. Ele sabe que ninguém vai acreditar na sua história, então só lhe resta uma opção: derrubar o sistema com as próprias mãos. O livro de Doctorow, best seller do New York Times (que avaliou o livro como uma “leitura incrível”), chegou a ser comparada com o clássico 1984, de George Orwell. Pequeno Irmão já foi traduzido para diversas línguas e os fãs são tantos que, pela internet, circulam campanhas de arrecadação de fundos para que o livro seja traduzido em idiomas menores como o birmanês e o esloveno. Cory Doctorow é um dos editores do site Boing Boing, que já ganhou por duas vezes o Weblog of the year.

Pequeno Irmão é um livro excelente e que surpreende o leitor a cada novo capítulo. Acho que pela capa não dá para passar muita informação sobre o livro, então, vendo apenas a capa, eu não sei se compraria. Mas, depois que eu comecei a ler, foi impossível parar. É daquele tipo de livro que você não tem a mínima ideia do que se trata e quando você percebe, as suas expectativas foram superadas.
O livro conta a vida de Marcus, um adolescente de 17 anos que ama a tecnologia e que sempre pensou que isso poderia ser usado ao seu favor. Mas, depois de um suspeito ataque à uma ponte de São Francisco, Marcus é levado como “preso” para um lugar que ele nem sabia que existia. Lá, fazem ele ser humilhado além de ameaçar pegá-lo novamente. Quando consegue sua liberdade, Marcus percebe as mudanças que aconteceram em sua cidade. É então que ele decidi agir usando todos os seus conhecimentos tecnológicos para manter a sua liberdade de expressão.
Bem, eu realmente não esperava que esse livro fosse tão bom. Mas, de verdade, é bom quando você é surpreendido pois você percebe que não pode julgar um livro antes da leitura. E assim aconteceu com Pequeno Irmão. É um livro extraordiánario e que, mesmo tendo termos que eu não conhecia – não sou nerd, pessoal -, é possível ter um bom entendimento. Acho que vocês devem estar se perguntando que tipos de termos o autor usa? Bem, são termos da informática e que, eu, não conhecia. Mas, durante a leitura, o próprio Marcus nos vai explicando então, no final do livro, percebi que descobri muitas coisas que eu nem tinha ideia do que eram. Além disso, os personagens são bastante cativantes e a estória é super bem contada. É, realmente, uma leitura super agradável e que resulta em um conhecimento maior sobre segurança e tecnologia. De fato, a ideia do livro foi genial. O autor sabe trabalhar os fatos e criar um enredo que prende o leitor do início ao fim.
Gostaria de agradecer à editora Galera Record por me dar a oportunidade de conhecer este livro maravilhoso, e parabenizar pelo ótimo trabalho que fizeram tanto na tradução quanto na diagramação e capa. Espero que vocês tenham gostado da resenha e tenham se interessado pelo livro. Com certeza, é um livro super recomendado.


Meme: Top 10 Casais da Ficção


REGRAS:
Linkar quem te passou: Karine Marinho
- Colocar a imagem.
- Fazer uma lista de seus 10 casais preferidos da ficção (tanto de livros, séries, animes, etc…)

- Passar para 5 blogs: Juliana Giacobelli, Confissões femininas, Inteiramente diva, Leituras do Kokoro, Loucas por leitura.

Realmente foi muito difícil colocar uma ordem. Adoro vários casais mas infelizmente só posso colocar dez.

1. Elena e Damon (Diários do vampiro/The vampire diaries)
Eu AMO esse casal. Seja na série, seja nos livros.. Delena é demais. Sabe aquele casal que sempre te surpreende? Então, Delena é assim. Sem dúvidas merece o primeiro lugar.
Elena se sentiu desfalecer com a intensidade da paixão que surgia entre os dois. Como último gesto, não de repúdio, mas como um convite, ela arqueou a cabeça para trás, expondo-lhe o pescoço nu, e deixou que ele sentisse seu desejo... Ela nunca sentiu os dentes que romperam sua pele e reclamaram seu sangue. Antes que acontecesse, Elena viu estrelas. E o universo foi tragado pelos olhos negros de Damon.
2. Anna e Étienne (Anna e o beijo francês)
Esse casal é fofo demais! Enquanto eu lia o livro, ia torcendo pelo casal e, quando eles começaram a se relacionar mais, eu adorei. É um dos casais que mais gosto porque este romance é iniciado em Paris, a cidade do amor. Nada mais digno para este casal né?


3. Mia e Michael (O diário da princesa)
Mesmo a Mia sendo chatinha, eu gosto deste casal até porque se não gostasse, não teria aturado as idiotices da Mia durante 10 livros. Tá, tudo bem, eu gosto da Mia também.. Acho esses personagens mega legais - dona Meg Cabot só sabe nos fazer apaixonar pelos seus personagens - e amo o romance deles pois o contexto é perfeito. É um casal que mesmo sendo de uma série meio infanto-juvenil ficará pra sempre na memória. Afinal, quem não gostaria de estar no lugar da Mia, ser uma princesa e de quebra ainda ficar com o Michael? Eu queria \o/

4. Blair e Chuck (Gossip Girl)
Esse casal é outro que me faz suspirar. Brigam, armam, traem.. mas no final sempre se resolvem. Afinal, foram feitos um para o outro.

5. Peg e Ian (A hospedeira)
Apesar de a Peg não ser humana, é impossível não se emocionar com o laço que é construído entre o Ian e a Peg. Eles são tão fofos.. tão perfeitos.. eu simplesmente amo esse casal demais mesmo!!

6. Jessica e Lucius (Como se livrar de um vampiro apaixonado)
Este casal é incrível. Eles brigam e muito mas no fundo, eles se amam. É impossível não rir e se apaixonar por esses pombinhos.

7. Nikita e Michael (Nikita)
Nikita e Michael tem um relacionamento meio tenso durante a série, pois eles estão de lados diferentes. Mas, ao longo dos episódios eles vão se aproximando mais e mostrando mais de suas histórias e é impossível não se apaixonar por esse casal.

8. Jace e Clary (Os instrumentos mortais)
Eles são tão fofos *---* e apesar de tudo o que acontece durante os três primeiros livros.. eles se mostram um casal super merecedor de estar nesta lista. A Clary é muito legal e o Jace, apesar de as vezes dar vontade de bater nele, sempre sabe como ser fofo.
- No futuro, Clarissa – ele disse -, seria uma boa ideia mencionar que você já tem um homem na sua cama, para evitar situações desse tipo.- Você o convidou para a sua cama? – perguntou Simon, parecendo abalado.- Ridículo, não é mesmo? – disse Jace – Nunca caberíamos os três.- Eu não o convidei para a minha cama – irritou-se Clary. – Só estávamos nos beijando.- Só nos beijando? – O tom de Jace zombava dela com uma falsa tristeza. – Como você desqualifica assim o nosso amor?
9. Zoey e Doug (Como fui esquecer você)
Ui.. a relação desse casal é bem complicada. Inicialmente eles se "odeiam" mas depois de uma sexta-feira misteriosa, tudo parece mudar. Eles são muito legais e você nunca sabe o que esperar deste casal. Eles me surpreenderam durante o livro todo.

10. Beth e Derek (Cante para eu dormir)
Bem, coloquei este casal como décimo lugar porque embora o livro não tenha terminado como eu queria - aliás eu sabia que ia terminar do jeito que terminou mas sabe quando você sonha que vai ficar do jeito que você quer? Então.. - mas merece estar nesta lista. Embora a Beth seja bem irritante as vezes e o Derek seja mandão e controlador, não tem como não se apaixonar por este casal. É um romance incrível e que, quando finalizei a leitura, senti como se tivesse acontecido comigo - com coração partido e tudo mais.. Simplesmente incrível este casal. Vai ficar para sempre na memória.

Na maioria dos livros que eu leio eu me apaixono pelos casais principais mas, este dez, com certeza me marcaram mais. 
Espero que vocês tenham gostado do meme! *-*

Na minha caixa de Correio #19

Olá pessoal! depois de duas semanas sem vídeo, estou de volta. Quero me desculpar pela demora e, agora que fiz o vídeo, pela qualidade dele. O vídeo está bem claro pois o sol ficava iluminando então relevem ok? Relevem também os meus erros  e a minha falta de palavras. prometo que da próxima vez faço um vídeo mais decente *-* .




Resenha: Amanhã - John Marsden

Sinopse: O que você faria se descobrisse que todo o mundo que conhece deixasse de existir da noite para o dia? Ao voltar de uma semana de acampamento, Ellie e seus amigos descobrem que a cidade em que viviam foi invadida por um inimigo desconhecido. Suas famílias foram aprisionadas e uma guerra está acontecendo em seu país. Agora, eles estão sozinhos em uma cidade sitiada, lutando para descobrir o que aconteceu com seu país e tentando sobreviver. AMANHÃ é a história de uma aventura extraordinária em tempos extraordinários, em que esconderijos, explosões e fugas passam a fazer parte da rotina desse grupo de amigos. Sozinhos e sem ter para onde ir, Ellie e seus amigos vão precisar de toda a coragem e ousadia para sobreviver. Amanhã, quando a guerra começou é o primeiro livro da série que foi escolhida como a mais fascinante pelos jovens leitores nos EUA, na Suécia e Austrália. Uma história que prende o leitor do início ao fim. Amanhã, quando a guerra começou vai ficar na sua memória para sempre.

Admito que não tinha grandes expectativas para esta leitura. Aliás, foi exatamente por este motivo que deixei ele de lado por tanto tempo. Arrependo-me até o fio de cabelo por não tê-lo pego antes. É extraordinário! Para aqueles que gostam de uma boa aventura, este livro é perfeito. Não decepciona o leitor em momento algum.
Como o titulo é “Amanhã, quando a guerra começou” dá para ter a ideia de que tem um clima de guerra né? Mas o maneiro é que o autor soube escrever sobre este assunto envolvendo personagens adolescentes. E o que eu mais gostei é: eles são muito feras! A Ellie me fez lembrar muito da Katniss de JV, pois a Ellie não faz muitas bobagens. Ela pensa em tudo e está disposta a proteger os seus amigos e a resgatar sua família. Ela tem medo, mas consegue enfrentá-lo. Além do mais, a Ellie passa por várias reflexões e que me fez refletir também. Desde assuntos sobre bem e mal, até guerra e paz.
Os personagens são realmente muito legais. Eles estão conscientes de deus atos e, mesmo agindo por instinto, depois eles param para pensar sobre o que fizeram. A Ellie sabe que é imperfeita, e que não é invencível. Os outros personagens também são muito legais e formam vários casais o que eu achei bem bacana. Mas, definitivamente, o “par” da Ellie não me conquistou muito. Ele parece ser “o fraquinho” enquanto ela tem que cuidar dele.. Já o Homer, amigo da Ellie, é o cara que me conquistou. Ele tem o mesmo espírito de Ellie e não desiste nunca.
A estória é cativante e é impossível parar a leitura. É um livro eletrizante do começo ao fim e, quando terminei a leitura, só fiquei pensando que precisava ler o segundo volume. O autor realmente foi fantástico na narração, descrição e tudo o mais. A trama não ocorre nos Estados Unidos e sim na Austrália, então eu achei o espaço muito maneiro até porque eu não conhecia tão bem assim a Austrália. Acho que é um ótimo livro para aqueles que curtem uma boa aventura e, para aqueles que, como eu, não tinham se impressionado com a capa e/ou sinopse a ponto de ler, espero que eu tenha deixado um pouco de curiosidade para conferir essa série que parece ser sensacional.

"Todas essas palavras, como "maldade" e "nocivos", não significam nada para a natureza. A maldade é uma invenção humana." pág. 216 



Riddle de aniversário do blog


Olá leitores! Eu resolvi de ultima hora postar o riddle para vocês. Bem, acho que vocês devem saber o que é um riddle certo? De qualquer jeito, vou explicar melhor como vai funcionar essa gincana. Nesta gincana, além de você ter que descobrir a resposta, terá de preencher um formulário uma única vez. É aí que entra a questão de sorte. Mas, só preencherá o formulário quem completar todas as etapas do riddle.
No riddle, irão aparecer imagens e dicas. Tudo relacionado à livros JÁ resenhados aqui no blog. Então, basta você ver o que peço como resposta e procurar aqui no blog. A parte que vocês tem que prestar atenção é que no riddle as respostas DEVEM ser OBRIGATÓRIAMENTE escritas em letra minúscula, sem acento e tudo junto (sem espaços). Você saberá se acertou porque automaticamente passará para a próxima fase, e assim vai até completar o riddle.
Depois de ter descoberto TODAS as palavras e ter ANOTADO-AS, você deve preencher o formulário com as respostas.
Então, comecem logo a brincar procurando as respostas. Os links do riddle e do formulário estão logo abaixo. Se, vocês tiverem muita dificuldade, posso pensar em dar algumas dicas. Para isto, basta me comunicarem lá pelo twitter (@thayscilla).

Regras:
.: Seguir o blog;
.: Ter endereço de entrega no Brasil;
.: Deixar um comentário neste post para validar sua participação;
.: Completar o riddle (Link AQUI);
.: Preencher o formulário com as respostas do riddle uma única vez (Link AQUI).

Essa gincana ficará no ar até às 19 horas do dia 17 de Agosto e o resultado será divulgado no Domingo dia 21 de Agosto. Boa sorte para todos vocês!


Resenha: Garota apaixonada em apuros - Carolina E.

Sinopse: Uma história de amor entre Gabi e Nelson que não dão o braço a torcer para ficarem juntos. Gabi tenta conquistar Nelson o tempo todo, mas Ele, tímido como uma porta, recusa as investidas da Garota apaixonada. Entre confusões e apuros esta Gabriela conta a aventura mais emocionante de sua vida :A conquista de seu primeiro amor e os desafios que enfrentou com as amigas para fazer com que Nelson se tornasse seu namorado.
Este livro é narrado por Gabi, uma menina de 15 anos totalmente alegre. Em Garota apaixonada em apuros, ela conta as suas façanhas, suas aventuras e experiências amorosas. É um livro gostoso de ler e que me fez lembrar do tempo em que as minhas preocupações eram semelhantes às dela.
Gabi conhece Nelson, um garoto muito tímido que parece gostar dela. Mas o que ela mal sabia é que esse menino ia dar muita dor de cabeça. O que falar do Nelson? Bem, teve momentos em que eu queria matar esse moleque. Ô bicho burro! A Gabi sempre tinha que tomar a iniciativa e às vezes até levava um belo de um fora. Me simpatizei muito com a Gabi e sofri muito junto com ela. Afinal, as mulheres entendem e sofrem junto quando outra está sofrendo. Mas felizmente a nossa querida Gabi está rodeada de amigas legais e tem uma que até se chama Thaís – minha xará *-*. Mas no fim das contas e depois de muitos acontecimentos – bons e ruins – as coisas parecem se ajeitar. Por enquanto né? Porque a Carolina Estrella – autora do livro – já anunciou que terá continuação e pelo jeito o Nelson ainda não tomou jeito. Mas enfim, é um livro que acima de tudo nos lembra das coisas – estúpidas - que fazemos quando estamos apaixonados e além disso, mostra a importância da amizade nos momentos mais difíceis. Acho que é um livro bem teen mas que vale a pena ler para rir e se divertir com as aventuras dessa garota apaixonada.


Resultado da promoção Sendo Nikki

Boa noite leitores! Hoje não vai ter vídeo porque só chegou um livro e duas cartinhas então, como estou presunçosa de que esta próxima semana chegue bem ais coisas, vou esperar para mostrar tudo de uma vez.
Agora deixa eu perguntar uma coisa. Já viram a nova promoção do blog, certo? O post abaixo deste. É a promoção de aniversario. Fiquei mega feliz por todos estarem participando bastante.. está sendo um sucesso logo nos primeiros dias. Só tenho a agradecer. Agora vamos a mais um resultado. O sortudo da vez levará Sendo Nikki da diva Meg Cabot. Estão preparados? Então vamos lá.


Parabéns Vanessa! Vou te enviar um e-mail ainda hoje e você tem 48 horas para me responder, ok? E, para quem não foi sorteado, não desanimem! Participem da promoção de aniversário que serão 4 ganhadores e além disso, este mês terá algumas gincanas aqui no blog, então, não percam nenhuma oportunidade e participem bastante ok? Beijos e até mais!

Promoção: 1 ano de blog

Olá queridos leitores! Sei que muitos de vocês são novos aqui então, para vocês não sabiam, criei o blog no dia 22 de Agosto do ano passado. Como estamos prestes a completar um ano de TP, nada mais justo do que uma promoção não é mesmo? Afinal, o blog não seria nada sem vocês comentando e seguindo. Já vou avisar que não será apenas esta promoção, ok? Vai ter algumas gincanas valendo kits de livros e marcadores então fiquem de olho aqui no blog. Sem mais enrolação, vamos ao que interessa.



Prêmios: Hex Hall da Rachel Hawkins, Longe demais da Jennifer Echols, Questões do coração da Emily Giffin e Como se livrar de um vampiro apaixonado da Beth Fantaskey. Serão 4 ganhadores, cada um levando um livro dessa lista.

Regras:
.: Residir no Brasil;
.: Ser seguidor público do blog;
.: Comentar neste post para validar a sua participação;
.: Preencher ESTE formulário uma ÚNICA vez, colocando a sua ordem de preferência dos prêmios;
.: Preencher o formulário abaixo com Nome, Nome de seguidor e e-mail.





Entradas extras:
.: Seguir o twitter das editoras e o meu twitter te dará a chance de preencher o formulário novamente para cada twitter seguido.
@thayscilla
@novo_conceito
@galerarecord
@editoraarqueiro
@editorapandorga

.: Comentar nas resenhas dos livros te dará a chance de responder o formulário mais cinco vezes para cada resenha comentada.


Resenha: Longe demais
Resenha: Questões do coração
Resenha: Como se livrar de um vampiro apaixonado
Resenha: Hex Hall

.: Assinar o newsletter do blog te dará a chance de responder o formulário mais cinco vezes. Se você não sabe como ser assinante basta ir ao topo da coluna ao lado onde está escrito "Saiba das novidades", inserir o seu e-mail ali, clicar em submit e pronto!



.: Divulgar a frase abaixo no twitter (Divulgação livre).

Vou ser um dos sortudos da promoção de aniversário que está rolando lá no #thaypriscilla (http://bit.ly/pgJhNa) 

Então é isso. Participem bastante, divulguem bastante e cruzem os dedinhos. A promoção irá até às 23:59 horas do dia 27/08. O resultado será divulgado no domingo, dia 28.

Resenha: Não sou este tipo de garota - Siobhan Vivian

Sinopse: Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores. Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer.
Como o próprio título sugere, o livro é sobre a vida de uma garota. Por mais que pareça simples, todas as mulheres sabem que não é. Quando nos tornamos uma garota, tem tantas coisas pelas quais podemos decidir, tantas atitudes que podemos tomar, tantos caminhos que podemos rumar.. Mas não é fácil ser garota. Todas as decisões tomadas são essenciais e mesmo assim, não temos certeza de que funcionará. Natalie é decidida, valentona, não liga para os que os outros pensam. Está certa do futuro que a aguarda mas o maior problema de Natalie é que ela não quer deixar que as outras garotas sofram. Ela é protetora com a amiga até demais e parece ser aquele tipo de garota que não só está fazendo o seu futuro funcionar mas o futuro dos outros também. Ela acha que suas decisões são certas e que isso só trará benefícios. Mas o que Natalie não esperava era que seus princípios pudessem mudar rapidamente e que ser a líder mandona e controladora não era assim tão bom.
Desde os primeiros capítulos me identifiquei muito com a Natalie. Estou decidida do que quero para o meu futuro e tenho certeza de que se houvesse chance de ter alguma distração para mim neste semestre, eu tentaria ignorar. E é isso que a Natalie faz, ela ignora. Ela ignora as meninas populares e metidas, ignora os jogadores de futebol americano, ela ignora qualquer um que tente lhe fazer mal. Tudo isso para alcançar seu objetivo de ser uma boa presidente do conselho estudantil, de ser aceita em uma boa faculdade, de não decepcionar a si própria. Ela está certa de que neste ano decisivo para ela, garotos são a sua menor preocupação. Mas infelizmente, para outras garotas não são. Como disse antes, Natalie se sente na obrigação de ajudar as outras garotas a verem que não precisam de garotos, que não precisam ser tratadas como objeto sexual. Mas o que Natalie não esperava era que, por ironia do destino, iria se envolver com o tipo de garoto que menos esperava: um atleta. E pior, ele não só era atleta como também melhor amigo de um dos caras mais idiotas da Academia Ross. Natalie não sabia como mas Connor mexia demais com ela.
Já podem imaginar que depois disso a vida de Natalie mudou completamente né? Ela, que tentava mostrar às outras que os garotos da escola só viam elas – garotas – como objeto sexual, se envolveu logo com um garoto da escola. E de repente, a garota certinha, a melhor aluna da escola, a que estava decidida ter um futuro brilhante, começa a mentir e chega até mesmo a se atrasar para o SAT – uma prova muito importante para ajudar a entrar em boas faculdades. Com sua mania de achar que estava sempre certa, conseguiu perder a sua melhor amiga – Autumn – e até virar motivo de fofoca na escola. E então ela já não sabia mais quem era, que tipo de garota era, e o que seria do seu futuro.
No início da leitura achei que a amizade de Autumn e Natalie era magnífica mas conforme fui lendo, percebi porquê Natalie ajudara Autumn na fase mais difícil de sua vida. E creio que muitos que lerão este livro acharão Natalie controladora e sabichona, mas eu totalmente entendi ela. Ela planejava seu futuro e tentava ajudar as outras para que não houvesse sofrimento nem frustração e mesmo com ela tentando evitar este tipo de situação, acabou acontecendo. Ser adolescente não é tão simples e por mais que tentamos fazer tudo certo, em algum momento algo vai nos atingir e o que se espera é que consigamos superar esse obstáculo e tantos outros que virão. A autora mostra situações comuns na fase da adolescência e aborda este tema na visão de uma garota que faz de tudo para evitar que este tipo de situação aconteça com ela. E acho que foi isso que me fez ler o livro tão rápido. Estou passando por esta fase e, mesmo sabendo que o livro é pura ficção, eu esperava poder encontrar uma resposta para os meus problemas. Acho que por causa da grande expectativa que tive durante a leitura, o final não me pareceu o ideal. Sei lá, eu esperava algo mais profundo e que mostrasse que a Natalie se encontrou. Mas não, parecia mais do tipo “deixa a vida me levar”. Sei que a personagem sofreu várias transformações e não discordo de nenhuma delas mas acho que o final poderia ser melhor.
Adorei a narrativa e gostei muito dos temas abordados pela autora, afinal são coisas típicas da adolescência: insegurança, escolhas, aceitação. E embora eu tenha esperado um pouco mais do final, gostei do livro e acho que é ideal para adolescentes que estão tentando se descobrir.

Lançamentos de Agosto

Olá leitores! Hoje trago um post recheado de novidades para este mês de Agosto. Preparem os bolsos porque este mês vem muita coisa legal.

Editora Galera Record

Luce morreria por Daniel. E morreu. De novo e de novo. Ao longo do tempo, Luce e Daniel se encontraram somente para serem dolorosamente separados: Luce morta, Daniel deixado machucado e sozinho. Mas talvez não precise ser dessa maneira... Luce está certa que algo - ou alguém - em uma vida passada pode ajudá-la em sua vida presente. Então ela começa a jornada mais importante desta vida... voltando eternidades para presenciar em primeira mão seus romances com Daniel... e finalmente descobrir o segredo para fazer seu amor durar. Cam e a legião de anjos e Exilados estão desesperados para pegar Luce, mas nenhum deles está tão agitado quanto Daniel. Ele vai atrás de Luce através de seus passados em comum, com medo do que pode acontecer se ela reescrever a história. Porque então seu romance corre o risco de acabar... para sempre.

Eu sou uma fera.Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas — uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre — destruído —, a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei… a fera.

Editora Rocco

Desde a preparação para o ritual da Cápsula do Tempo – tradição na escola desde 1899 –, a popular Ali havia encontrado quatro novas melhores amigas: Spencer, Hanna, Emily e Aria. Com o seu desaparecimento e morte, a vida das meninas do Colégio Rosewood Day nunca mais foi a mesma, e a amizade entre elas também não. Revirando alguns pertences, Spencer, Hanna, Emily e Aria encontraram as pulseiras deixadas por Ali de presente como um símbolo da amizade que as unia. O que elas não sabiam era que “a coisa com Jenna” era um segredo que Ali estava escondendo delas próprias, e que foi descoberto após sua morte. A partir de uma espécie de terapia do luto, as amigas se reúnem e fazem rituais simbólicos para enterrar as lembranças da amiga assassinada, na expectativa de que todos os “fantasmas” que as assombram desapareçam, entre eles as misteriosas e ameaçadoras mensagens assinadas por “A” que elas vinham recebendo. Com o julgamento de Ian Thomas, namorado secreto de Ali, Hanna, Spencer, Emily, e Aria tentam aos poucos resgatar uma vida normal. Mas quando se imagina que o caso da misteriosa “A” está resolvido, as mensagens enigmáticas recomeçam, e eventos bizarros acontecem. As mensagens de agora são ainda mais aterrorizantes do que as anteriores, sendo algumas acompanhadas de fotos reveladoras. O emissor parece rodeá-las sorrateiramente.

Editora Arqueiro

1941. A União Soviética anexa os países bálticos. Desde então, a história de horror vivida por aqueles povos raras vezes foi contada. Aos 15 anos, Lina Vilkas vê seu sonho de estudar artes e sua liberdade serem brutalmente ceifados. Filha de um professor universitário lituano, ela é deportada com a mãe e o irmão para um campo de trabalho forçado na Sibéria. Lá, passam fome, enfrentam doenças, são humilhados e violentados. Mas a família de Lina se mostra mais forte do que tudo isso. Sua mãe, que sabe falar russo, se revela uma grande líder, sempre demonstrando uma infinita compaixão por todos e conseguindo fazer com que as pessoas trabalhem em equipe. No entanto, aquele ainda não seria seu destino final. Mais tarde, Lina e sua família, assim como muitas outras pessoas com quem estabeleceram laços estreitos, são mandadas, literalmente, para o fim do mundo: um lugar perdido no Círculo Polar Ártico, onde o frio é implacável, a noite dura 180 dias e o amor e a esperança talvez não sejam suficientes para mantê-los vivos. A vida em tons de cinza conta, a partir da visão de poucos personagens, a dura realidade enfrentada por milhões de pessoas durante o domínio de Stalin. Ruta Sepetys revela a história de um povo que foi anulado e que, por 50 anos, teve que se manter em silêncio, sob a ameaça de terríveis represálias.

Editora Novo Conceito

Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores. Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer.

Foi Sussex, 2003. Quando uma bela garota loira é encontrado quase afogada em uma praia. Ela não tem memória de quem ela é ou que horrores a deixaram lá. Mas um artigo sobre ela em um jornal de Brighton faz o alarme tocar para a esteticista Dale, que mostra as fotografias de Lotte Wainright para a polícia. As meninas se encontraram enquanto trabalhavam em um navio de cruzeiro e sua amizade floresceu enquanto navegaram os mares da América do Sul, até Lotte cair sob a influência sinistra de um casal de idosos americanos. Para seu arrependimento, Dale não vê Lotte desde que deixou o navio meses atrás... mas a menina na praia - embora machucada - é realmente sua amiga de quem sentiu muita falta. A reunião só marca o início de uma onda de segredos perigosos, mentiras e pesadelos. Onde Lotte esteve? Quem é o homem que parece querer matá-la? E o que aconteceu ao bebê que ela recentemente deu a luz? Dale e Lotte devem cavar fundo e encontrar a força para lutar contra todas as probabilidades, se quiserem reconstruir sua amizade e sobreviver ao passado roubado - e mortal - de Lotte.

Este é um livro de estreia vibrante, profundamente romântico e imperdível. Lennie Walker, de dezessete anos de idade, gasta seu tempo de forma segura e feliz às sombras de sua irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre abruptamente, Lennie é catapultada para o centro do palco de sua própria vida - e, apesar de sua inexistente história com os meninos, inesperadamente se encontra lutando para equilibrar dois. Toby era o namorado de Bailey, cujos sentimentos de tristeza Lennie também sente. Joe é o garoto novo da cidade, com um sorriso quase mágico. Um garoto a tira da tristeza, o outro se consola com ela. Mas os dois não podem colidir sem que o mundo de Lennie exploda...


Editora Universo dos livros

A vida de Katy Perry é a história fascinante de como uma educação repressiva no sul da Califórnia conduziu a uma deslumbrante carreira marcada por roupas escandalo-sas, shows altamente elab-orados, curiosidade bissexual e o casamento com o famoso conquistador Russell Brand. Nunca longe das controvérsias, Katy iniciou sua carreira cantando música gospel para depois se afirmar no mundo pop com composições como “UR so Gay” e o grande sucesso “I Kissed a Girl”. Nesta biografia, a autora se inspirou nas conversas com muitos colegas e amigos, incluindo professores de colégio, produtores, diretores e até um ex-namorado para entrar na pele de um dos fenômenos pop mais fascinantes da atualidade: a única e inigualável Katy Perry.

O que acharam dos lançamentos deste mês? Eu adorei. Já li Não sou este tipo de garota e ainda esta semana postarei a resenha aqui no blog.  Espero que tenham gostado do post. Até a próxima!

Na minha caixa de Correio #18 + Resultado

Olá pessoal! Depois de um longo mês sem vídeo, finalmente estou de volta para mostrar à vocês o que chegou nesse último mês. E, para quem está curioso para conhecer o vencedor da promoção do livro Como fui esquecer você, é só assistir até o final do vídeo.


Resenha: Hex Hall - Rachel Hawkins
Resenha: Amante Sombrio - J. R. Ward
Resenha: Longe demais - Jennifer Echols
Resenha: Como se livrar de um vampiro apaixonado - Beth Fantaskey

Então é isso pessoal. Espero que tenham gostado do vídeo. Não deixem de comentar nas resenhas que citei e, ah, fiquem atento este mês aqui no blog. Beijos, até mais!