Resultado da promoção "Abra suas asas"

Oi pessoal. Em primeiro lugar quero me desculpar pela falta de posts mas é que teve vestibular da fuvest e agora estou em semana de provas mas semana que vem é bem provável que volte ao normal. Agora voltando ao assunto do post, parabéns para os sortudos e agradeço pela participação de todos nesta promoção.


 1º Lugar: Cristiane de Oliveira

2º Lugar: Marcio Vinicius Scheibler

Parabéns aos sortudos! Logo a Mii estará enviando um e-mail para vocês, ganhadores, e terão até 3 dias para responder o e-mail. 

Então é isso pessoal. Para aqueles que não foram sorteados, não desistam! Ainda terão muitas promos aqui no blog onde você terão a chance de levar vários livros legais. Beijos e até mais :)


Fique Ligado #2

Oi pessoal. Essa semana não tem vídeo porque não chegou nadinha pra mostrar pra vocês. Mas para não deixar passar o domingo sem post resolvi mostrar algumas das novidades e eventos para aqueles que ainda não viram.

Esses dois livros são alguns dos lançamentos da Editora ID. Quando descobri que iam lançar No fundo do amor, fiquei louca para ler. Parecem ser dois livros muito bons.



A Galera Record, como sempre, com ótimos lançamentos. Ainda não li nenhum livro de A rainha da fofoca mas não foi por falta de vontade. Na verdade, nunca achei o livro por um preço pelo qual compraria.. mas enfm, quero muito ler essa série da Meg. Já O verão que mudou minha vida é um livro que eu planejava comprar em inglês mesmo mas agora que eu soube do lançamento pela Galera, vai ser muito melhor. Estou louca pra ler esse livro.


Acho que todo mundo já viu essas capas né? Eu não podia deixar de postar aqui porque ficaram MUITO lindas. Mas, como eu gosto de capas mais claras eu prefiro a de Rapture que, assim como a de Torment tem cores mais leves e eu gosto mais disso.


E, para aqueles que curtem eventos, fica o convite logo abaixo.




Livraria Saraiva, Independência Shopping, Juiz de Fora - MG
25/11 (sexta-feira), às 19:00 horas





Ah, claro, não podia deixar passar sem nenhum comentário. Breaking Dawn foi DEMAIS! Nem vou me dar ao luxo de escrever algo mais pois vai ficar gigantesco e MUITO sentimental. Mas sério, foi lindo. O que vocês acharam? Por favor, me contem TUDINHO nos comentários. Quero saber a opinião de vocês e o que vocês acharam dos personagens e tal. O Jake estava lindão e o Seth estava super gatinho, haha. Enfim, é isso. Eu amei mesmo.

Só um esclarecimento. Sempre fui e sempre serei team Jacob mas o Seth estava mesmo uma fofura. Do tipo que dá vontade de agarrar e não soltar mais.. Então não precisa ficar ciúmes, Jacob.

Resenha: Eternamente - Heather Terrel

Sinopse: Um fim... ou um novo começo? Ellie tem que lidar com a difícil missão de ser a Eleita para salvar o mundo. Com as responsabilidades aumentando, seu relacionamento com Michael vai de mal a pior, e a situação chega ao limite quando ela conhece um rapaz muito especial, chamado Rafe. A hora tão esperada finalmente chegou, e a garota tem que aprender a usar seus poderes para enfrentar os anjos caídos. Sabendo do importante papel que o destino lhe reservou, ela tenta deixar as emoções de lado, mas logo descobre que aquele que tem a chave para o seu coração também é res¬ponsável pela salvação ou destruição da humanidade. Com o homem certo ao seu lado, nossa heroína encontrará as forças para enfrentar o seu destino e encarar um difícil dilema: salvar a humanidade à custa de uma grande perda. O leitor vai se emocionar com esta incrível história de amor, nas suas mais diversas formas, e seu final surpreendente.
Eu não tinha curtido muito Anjos sentinelas mas comparando a esse segundo livro da série acho que fico o com o primeiro. Nesse segundo livro Ellie tem de encarar a sua responsabilidade no papel de Eleita e isso não é nada fácil para ela. Mas, como se isso não bastasse, surgem imprevistos no relacionamento entre ela e Michael o que a faz ficar ainda mais desanimada porque Michael era para ser, supostamente, sua alma gêmea.
De qualquer modo, não sei o que é pior: o Michael não dando tanta atenção para ela ou o Michael enchendo-a de lindas palavras (minha querida Ellie, bla bla bla). Sério, isso enche o saco. Eles são tão, mas tão doces um com o outro que se espremer saí mel. Mas enfim, isso não é nem de perto o que há de pior no livro.
O que realmente me incomodou é o comportamento da Ellie. Ela já descobriu o que ela é e o “relógio” do fim do mundo já começou a rodar então por que continuar fingindo ter uma vidinha normal quando, tipo, o mundo está acabando lá fora? Vocês não tem noção do quanto isso me incomodou.
Mas tirando isso, a história por trás desses personagens e tudo o mais é realmente legal. A autora foi muito boa no fato de pesquisas e tudo o mais mas é uma pena que ela estragou o final. Sim, eu NÃO gostei do final. Eu acho que estava esperando mais ação, mais coisas legais até porque estava com um encaminhamento MUITO bom e daí chega o final e me desanimou completamente. Spoilers abaixo em branco.
Na hora que fica legal: o Michael é para ser o sétimo selo, o que vai governar o mundo pós apocalipse e o último anjo caído que guarda justamente esse selo é o pai dela e tipo, não tem nem uma briga? O papaizinho dela é muito frouxo, só pode. “Não, filhinha, você pode me matar se quiser. Eu entendo. É o certo.” Afinal, ele queria ou não abrir o sétimo selo? Decida-se caramba.
Enfim, odeio personagens que não se decidem. Odeio personagens frouxos que dá vontade de matar e matar de novo mesmo depois que estiver morto. E neste livro existem muitos personagens assim. Acho que a única salvação – aleluia irmão – foi o Rafe. O Rafe é um cara grandalhão, divertido e que logo se mostra de verdade para Ellie. Descobrir o que ele era só me fez amá-lo mais ainda. E o último parágrafo do livro, então, falando sobre ele? Ain. Depois de aparecer o Rafe o Michael podia é desaparecer, isso sim. O Michael só me desapontou nesse livro ><
Ok. Acho que estou um pouco estressada e acabei me abrindo demais sobre o que achei do livro. Mas vejam bem, eu não gostei mesmo do final, o que posso fazer? Mas se vocês tiverem vontade de ler aconselho que leiam pra tirar suas próprias conclusões porque pode ter gente que ainda não esteja cansado de anjos e que possa curtir esse livro. Então, pessoal, essa é minha opinião. Até mais.

Nota: Só estou dando essa nota porque a autora realmente fez um trabalho legal nas pesquisas e tudo o mais. Pena que não aproveitou tão bem o conteúdo a fim de terminar essa série de um jeito melhor :/

Na minha Caixa de Correio #25 + Resultado

Oi pessoal! Depois de um século sem caixa de correio resolvi tentar achar tempo para gravar um vídeo mostrando o que recebi no último mês. Mas, como minha câmera estava contra mim, o vídeo ficou uma colcha de retalhos cheio edições e cortes.. só resolvi postar mesmo porque tem muitos livros legais que eu queria mostrar para vocês. Ah, o vídeo foi gravado ontem ok? Espero que curtam :)




E a sortuda que ganhou o livro A Fera é a Lilian Britto. Quem quiser conferir o sorteio é só clicar aqui.
Lilian, já enviei um e-mail para você e você terá três dias para me responder com os seus dados, ok?

Então é isso gente. Me desejem sorte no vestibular da Unicamp que tem hoje. Beijos e até a próxima!!

Resenha: Amy & Roger's epic detour - Morgan Matson

Sinopse: Amy Curry thinks her life sucks. Her mom decides to move from California to Connecticut to start anew—just in time for Amy's senior year. Her dad recently died in a car accident. So Amy embarks on a road trip to escape from it all, driving cross-country from the home she's always known toward her new life. Joining Amy on the road trip is Roger, the son of Amy's mother's old friend. Amy hasn’t seen him in years, and she is less than thrilled to be driving across the country with a guy she barely knows. So she's surprised to find that she is developing a crush on him. At the same time, she’s coming to terms with her father’s death and how to put her own life back together after the accident. Told in traditional narrative as well as scraps from the road—diner napkins, motel receipts, postcards—this is the story of one girl's journey to find herself.
Sempre tive vontade de ler esse livro e quando chegou tive que passar na frente de muitos outros. Aliás, não acreditei quando finalizei a leitura. Queria mais. Estava desesperada para pegar mais estradas com a fofa da Amy e o Roger.
Tudo começa com a mudança de Amy Curry para Connecticut. Após um acidente de carro, ela se vê perdida e sozinha em meio a uma família totalmente desunida. Mas como a mãe de Amy já se mudou e agora é a vez da garota se mudar, ela tem que agüentar uma viagem com um estranho – ou não - que sua mãe encontrara para dirigir o carro já que Amy não pode. Amy não sabia que o garoto que a levaria para Connecticut era na verdade um amigo de infância e, pior, ela não esperava que ele estivesse tão lindo. E é assim que eles partem da Califórnia rumo a uma jornada cheia de aventura, descobertas e romance, é claro.
Esse é o tipo de livro que vocês necessitam ler. Embora a personagem em muitos momentos se mostre bastante triste, o livro é muito divertido e tocante. Amy e Roger tinham expectativas diferentes para essa viagem e quando ambos concordam em tomar um desvio, o rumo da vida dos dois muda completamente. Amy, a garota que está no colegial, começa a pensar frequentemente em Roger e no quanto ele está diferente. O engraçado é saber que ela acha que por Roger ser mais velho que ela – ele está na faculdade – não deve estar nem aí pra ela. E, de fato, acontece muita coisa engraçada e que Amy se embaraça toda..
He stood and looked at me for a moment, taking in my outfit. "You look hot." 
"What? Me?" I stammered, completely flummoxed. 

"Yeah," he said, still looking at me. 

"Oh. Um, thank you. I mean, not that you don’t, but I’m not sure that you should—I mean …" 

"Oh, no," Roger said quickly, and I could see that he was blushing again. "No. I mean—I meant what you’re wearing. Are you going to be too warm?” 
Outra coisa maravilhosa nesse livro é que por ser um livro que toma como base essa road trip, tem muitos lugares diferentes. Eles passam por vários estados, cidades e Amy vai contando o que sabe e o que aprende sobre eles ao decorrer da viagem. Além disso, o livro é todo decorado com imagens de recibos do que eles comeram, onde eles dormiram, fotos e mais fotos das paisagens. É um livro extasiante e que deve ser apreciado.
Nem preciso dizer o quanto gostei dos personagens né? Amy e Roger são tão diferentes mas aprendem muito um com o outro e eu achei isso incrível. Além de se darem super bem eles não são aquele tipo de personagens que só fazem burradas. É claro que a Amy as vezes pode parecer bobinha e ingênua mas qualquer uma se sentiria assim. E Roger.. ele é tão fofo – quero ele pra mim. O Roger aceita a ideia da road trip com um propósito mas ao longo dessa viagem ele se surpreende com as descobertas sobre si mesmo, sobre Amy e sobre o que pode acontecer quando se está na estrada com uma pessoa legal.
Não contei muita coisa do que acontece no livro porque eu acho que é isso que fez o livro muito bom: o caminho que eles tomam é incerto e tudo ao longo da road trip é uma surpresa tanto para o leitor quanto para os próprios personagens. Com certeza é um livro que eu recomendo ler pois além de ser super fofo, divertido, com cenários muito legais, também tem um inglês fácil de ser entendido. É claro que seria maravilhoso ter esse livro lançado no Brasil e eu espero que em breve alguma editora se interesse por ele porque é realmente incrível. Não me canso de repetir isso. É bom demais e vocês tem que ler! Muito mesmo. Acho que a única coisa ruim desse livro é de ele ter deixado aquela vontade de ter mais road trip, mais do romance.. Enfim, é um livro que eu fiquei tão viciada que não queria que acabasse nunca.
Acho que já escrevi demais aqui, rs. Mas sério, procurem sobre esse livro vejam como ele é todo fofo e, para aqueles que estão tentando encarar livros em inglês ou mesmo para aqueles que já estão acostumados, este livro é uma ótima dica.

The best discoveries always happened to the people who weren't looking for it. Columbus and America. Pinzon, who stumbled on Brazil while looking for the West Indies. Stanley happening on Victoria Falls. And you. Amy Curry, when I was least expecting her.

Fique Ligado #1

Resolvi fazer esta coluna no blog para colocar alguns anúncios de eventos, lançamentos, etc. Acho que vai ser uma boa ideia este post pois com toda esta correria é bom sempre nos mantermos atualizados nas novidades.


Em primeiro lugar eu gostaria de anunciar um livro que será lançado pela Editora Pandorga no ano que vem. A capa é linda e parece ser um livro bem interessante. A noticia foi dada pelo João Victor do blog Amigo do livro. Aliás, foi ele que entrou em contato com a autora e soube desta novidade. Confiram abaixo a capa e a sinopse de The beginning of after.


O mundo da adolescente de dezesseis anos, Laurel, muda instantaneamente quando os seus pais morrem em um terrível acidente de carro. No volante está o pai do seu vizinho bad-boy, David Kaufman, que também teve a mãe morta. Após o acidente, Laurel embarca em uma nova realidade, da qual ela e sua melhor amiga cresceram à parte, garotos podem ou não se aproximar dela por piedade, memórias opressoras se escondem em todo lugar, e Mr. Kaufman está em coma, mas ainda muito vivo. Através disso tudo, existe David, que se lança para dentro e fora da vida de Laurel e com que ela, apesar de várias objeções, se sente atraída. Ela estará conectada para sempre com ele por suas mútuas perdas – uma conexão que ira mudar a vida dos dois de uma forma inesperada. O romance de estréia de Jennifer Castle é comovente, um testamento surpreendente de como a vida pode mudar drasticamente.

Créditos pela sinopse e notícia  ao blog Amigo do livro.


E neste mês tem o lançamento do novo livro do Nicholas Sparks que parece ser tão bom quanto os outros livros dele. Estou mega ansiosa pra ler.


"Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.


E hoje terá o lançamento do livro Outono de Sonhos da Adriana Brazil. Pessoal do Rio de Janeiro, não percam este evento!



E outro convite para vocês veio da editora Giostri que é parceira do blog. 


Espero que tenham gostado do post. Gostaria de me desculpar por não estar retribuindo os comentários mas é que está uma correria aqui. Então é isto, até a próxima. 

Resenha: Qual seu número - Karyn Bosnak

Sinopse: Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.
Esse é um livro que embora possa te assustar pelo tamanho, te conquista logo no início. A estória é sobre a vida de Delilah Darling, uma mulher de 29 anos que se vê desesperada ao ver que sua lista de relacionamentos já conta com 19 rapazes. Embora isto pareça apenas um número, o número médio de 10,5 contra o seu assustador 19 a assusta muito. É então que ela decide tomar uma decisão de não ficar com mais ninguém até encontrar o seu futuro marido.
Só que os planos de Delilah vão por água abaixo depois que ela é demitida e acaba ficando com o próprio chefe. Mas ela não desiste nunca e está decidida a não ultrapassar o número de vinte e é então que ela faz, com a ajuda de Colin – seu vizinho -, uma visitinha para os outros homens da lista.
Este é um livro perfeito para quebrar a tensão de algum livro anterior cujo tema era mais sério. Qual seu número é muito divertido e a personagem é muito engraçada. Sim, Delilah faz muitas besteiras mas acho que isso foi exatamente o que gostei nela. Ela é impulsiva e isso pode ser ruim mas por outro lado pode ser bom. Ela é decidida e mesmo sem saber o que está por vir na estrada, ela não desiste. Então, sim, eu amei essa personagem. Aliás, acho difícil alguém que gostou do livro não ter curtido a Delilah.
Como sempre, o livro tem que ter um mocinho e nesse livro realmente tem muitos homens mas o que mais chama a atenção é o Colin - ou Côlin, haha. Colin é o vizinho mais fofo do mundo e o jeito que eles se conhecem é muito legal! Ele é um personagem engraçado também, muito fofo e sempre com aquele sorriso e aquele sotaque irlandês de matar. Resumindo: Colin é o vizinho que o Papai Noel poderia me dar de presente no Natal.
Acho que outro motivo por ter gostado é porque adoro comédia romântica. Quer dizer, eu sou viciada em comédia romântica então como poderia não gostar desta? Qual seu número tem tudo de bom: o drama da Delilah, o romance entre os personagens, o Colin, muitos homens na estória.. Então se você curte este estilo de leitura corra lá para ler Qual seu número que eu tenho certeza que você irá adorar.

Resenha: Julieta Imortal - Stacey Jay

Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.
Minhas expectativas para este livros eram grandes mas o livro conseguiu superar todas elas. Não era o tipo de livro que eu achava que era e acho que foi justamente por isso que eu adorei. A autora soube retomar ao clássico de Shakespeare com inteligência e muita, mas muita criatividade.
Julieta Imortal nos apresenta a história de Julieta Capuleto que fora assassinada por Romeu, seu marido. Após isto, ambos tornaram-se imortais mas enquanto Julieta estava do lado da luz, Romeu estava do lado da escuridão. E assim passam-se anos, décadas, séculos.. até eles se encontrarem novamente. Desta vez, Julieta está no corpo de Ariel e deve aproximar um casal de almas gêmeas.
Bem, sabe aquele livro que logo que começa te prende e você não consegue parar de ler? Julieta Imortal é exatamente assim. Acho que é devido à inteligência da autora de saber dosar as informações, assim não enche o leitor de informações apenas no final - o que eu prefiro e muito. Mas Julieta Imortal vai muito além disto. Stacey Jay retomou o clássico de Shakespeare – e podem me matar mas eu não consegui terminar de ler Romeu e Julieta – com sabedoria, criatividade e já sabendo o que queria. E, claro, o livro tem muitas reviravoltas. Algumas reviravoltas podem ser até que o leitor já tenha pensado mas a maioria é realmente uma grande surpresa.
E eu que comecei a ler o livro com uma ideia totalmente errada me surpreendi ao encontrar romance entre alguns personagens – e não estou falando do Romeu. Ben aparece na vida de Julieta do nada e, do nada, também a muda completamente. Então, sim, eu gostei desse personagem. Quer dizer, eu AMEI o Ben. O Ben é aquele personagem que parece tão real e tão perfeito – quero ele pra mim >< .
Enfim, Julieta Imortal é um livro maravilhoso, delicioso, espetacular. Uma linguagem fácil de entender além de ser super criativo e com um final inimaginável que me deixou mais do que satisfeita. Então é claro que recomendo para vocês lerem. Estão esperando o que? Vão ler Julieta Imortal!