Resenha: Delírio - Lauren Oliver



Sinopse: Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?
Estou sempre receptiva a livros distópicos. De verdade. Todos que venho lendo me surpreendem e o que mais gosto são as ideias - os assuntos diferentes. Livro distópico nunca é a mesmice como a maioria dos livros sobrenaturais. Então, sim, este gênero tem me chamado bastante a atenção. Delírio estava na minha lista de desejo há algum tempo mas nunca criei coragem para ler antes. Não é que eu tenha problemas com séries de livros, mas eu fico perturbada depois de um final bombástico e fico carente pela sequência. Exatamente como me sinto agora :(
Então, Delírio é mais um livro distópico, só que neste livro a problemática é a doença do Amor – amor deliria nervosa. Isto, sem dúvida, é o que mais chama a atenção – além de a capa ser linda e o livro ter uma diagramação perfeita. A problemática desta distopia é algo que para nós é comum, um sentimento que experimentamos ao decorrer da vida. Porém, no livro, o Amor é uma doença que deve ser exterminada. Para isso ocorrem as chamadas “intervenções” que é a data quando a pessoa não será mais suscetível à doença, é a data da cura. Lena, nossa protagonista, mal pode esperar pela sua intervenção. Ela não quer mais ser vulnerável à doença. Com sua contagem regressiva para a intervenção, Lena conhece Alex e conforme se aproximam mais, Lena descobre segredos obscuros de Alex. Ela passa a experimentar o que é o amor e, juntamente com suas novas descobertas, Lena começa a questionar-se se tudo o que foi dito a ela foi realmente verdade.
Meu primeiro livro da Lauren Oliver e adorei tudo: a narrativa, a escrita, as surpresas... Quando pensei que minhas expectativas já tinham sido alcançadas, a autora termina com um final chocante. Lauren Oliver é ambiciosa. Criou uma trama sobre um sentimento do nosso cotidiano e trabalhou isto perfeitamente. No início dos capítulos tem sempre passagens que dão ideia ao leitor como é o tempo em que Lena está vivendo. Os mitos, os alertas, os sintomas do Amor. Ela cria uma realidade futurística plausível.
Os personagens são bem reais também. Lena, com sua inocência, vai descobrindo ao decorrer do livro que nem tudo o que disseram para ela é verdade. Eu, particularmente, gostei muito da Lena. Ela é aquela personagem comum, cativante e aparentemente indefesa. No final do livro o leitor descobre uma Lena totalmente mudada e acho que isto conquista ainda mais o leitor. Alex tem seus segredos e apesar de eu já esperar um personagem masculino cheio de segredos, ele também me conquistou. É bonito o desenvolvimento do relacionamento entre a Lena e o Alex e você até esquece que os dias de Lena estão contados para a intervenção. Para os românticos, é um livro indispensável!
Mas, outra personagem que não posso deixar de citar é a Hana. Apesar de ela ser totalmente diferente de Lena, eu me simpatizei com ela. Mas depois de ler o breve conto de Hana, estou nutrindo um sentimento completamente oposto. Acho que a autora foi bastante pretenciosa no desenvolvimento desta personagem e sinto que ainda virão muitas surpresas de Hana.
No geral, posso dizer que a minha primeira experiência com os livros desta autora foi fantástica. Delírio é um livro diferente, com uma abordagem sobre como o amor é prejudicial na vida das pessoas. Lauren retrata uma realidade futurística que ao mesmo tempo é comovente, dura e eletrizante. Estou ansiosa por mais livros dela – especialmente pela sequência que chama-se Pandemônio. Sei que a autora não tem limites, e estou ansiosa por isto – para ver o quanto a Lauren é ambiciosa, e o quanto ela pode desenvolver esta temática sobre o Amor. Então, para aqueles que ainda não leram Delírio, só posso dizer que vocês precisam ler. Para os românticos, é leitura obrigatória.


Lançamentos: Galera Record


Olá! Quem aí está a fim dos mais novos lançamentos da Galera? Cidade dos Anjos caídos já foi lançado. A série é fantástica então vocês tem que ler. Outros lançamentos futuros da editora são Mentiras e Lua de sangue. Nem preciso dizer que arrasaram nestas capas né? Então preparem os bolsos porque as continuações mais esperadas estão chegando aí *-*


Cidade dos Anjos Caídos - Cassandra Clare
A guerra acabou e Caçadores de Sombras e integrantes do submundo parecem estar em paz. Clary está de volta a Nova York, treinando para usar seus poderes. Tudo parece bem, mas alguém está assassinando Caçadores e reacendendo as tensões entre os dois grupos, o que pode gerar uma segunda guerra sangrenta. Quando Jace começa a se afastar sem nenhuma explicação, Clary começa a desvendar um mistério que se tornará seu pior pesadelo.




Lua de Sangue - Andrea Cremer
Sob a luz da lua, é o primeiro livro da série Nightshade, de Andrea Cremer. A protagonista Calla Thor não é uma menina normal, e sempre soube que seu destino seria se unir a Ren Laroche, sendo sua fiel companheira até o último dia de suas vidas. Só que Calla, assim como Ren, é tão humana quanto loba. Alfa dos Nightshades, ela é responsável pelo bem estar e segurança dos outros integrantes de seu grupo e deve obediência aos Defensores, feiticeiros que vigiam os humanos desde tempos imemoriais. Tudo estaria a salvo se não fosse Shay Doran, um misterioso humano que faz Calla transgredir as severas leis que regem seu mundo e colocar em risco não só a sua vida, mas a de todos aqueles que ama.


Mentiras - Michael Grant
Isso aconteceu em uma noite: uma garota morta caminha entre os vivos, Zil e os Normais ateiam fogo a Praia Perdido, e no meio das chamas e fumaça, Sam vê o garoto que mais teme – Drake. Mas Sam e Caine derrotaram ele junta com a Escuridão – ou assim acreditavam. Com Perdido Beach queimada, o combate inicia-se: Astrid contra a Town Council, os Normais contra os mutantes, e Sam contra Drake. E a profetiza Orsay e Nerezza estão pregando que a morte os libertará. Com a vida em LGAR tornando-se cada vez mais desesperadora, ninguém sabe em quem confiar.

Lançamentos: Editora Giostri


Seguem alguns dos próximos lançamentos da Editora Giostri.  




Você também pode conferir outros lançamentos da editora no blog da Giostri. Basta acessar este link: http://giostrieditora.blogspot.com.br/

Resenha: Cruzando o caminho do sol - C. Addison

Sinopse: Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um... Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou. Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.
O livro começa contando a história de vida de Ahalya e Sita , duas meninas indianas que se tornaram órfãs quando um tsunami atingiu a costa leste de seu país e devastou suas vidas. O narrador conta simultaneamente a história das meninas e de um advogado americano chamado Thomas Clarke que depois de romper com sua esposa enfrenta uma crise profissional na empresa que trabalha. Ahalya e Sita são protagonistas de uma história cruel, pois sem saberem a quem pedir ajuda acabam confiando em estranhos e passam a ser escravas de uma rede internacional de criminosos. O destino de Thomas se cruza com o das meninas apartir do momento em que ele se muda para a Índia para trabalhar em uma ONG .
A capa é muito linda e logo que a vi me deu vontade de ler o livro ,mas jamais poderia imaginar que a história abordasse algo tão diferente das minhas expectativas .O tema abordado pode talvez parecer distante de nós, mas no entanto ainda é recorrente no mundo todo - O tráfico Sexual.
O autor é bem detalhista e choca o leitor com determinadas descrições , eu sofri com as personagens e torci para que no final os criminosos fossem punidos e as meninas fossem deixadas em paz. Apesar de triste, o romance nos deixa várias mensagens, assim como nos ensina a ter esperança mesmo quando é quase impossível enxergarmos uma saída e termos fé. Ainda nos alerta para o número absurdo de pessoas que ainda hoje são atraídas por criminosos que lhe prometem recompensas como comida , trabalho ou fama e acabam presas em cativeiros sendo exploradas e vendidas como objetos.

Nota da Aline: 3 de 5

Resenha escrita por Aline Ottobone Brandão
____

Pessoal, devido à meu tempo de leitura ter diminuído bastante, a Aline fará as resenhas de alguns livros e postarei tudinho aqui, ok? Ela lê livros dos mais diferentes estilos e, além do mais, as pessoas possuem opiniões e gostos diferentes. Espero que curtam as resenhas dela. Beijocas da thay.

#Promoção do livro A Estrela





Como sempre, basta seguir as regrinhas básicas que o formulário instrui.
As entradas só serão válidas com o preenchimento do formulário! Abaixo estão as regras e as entradas extras, mas para validar vocês terão que preencher o formulário.

Qualquer dúvida me contatem via twitter!


A promoção irá até o dia 20 de Outubro. Boa sorte para todos!  a Rafflecopter giveaway

Resenha: Puros - Julianna Baggott


Sinopse: Pressia pouco se lembra das Explosões ou de sua vida no Antes. Deitada no armário de dormir, nos fundos de uma antiga barbearia em ruínas onde se esconde com o avô, ela pensa em tudo o que foi perdido — como um mundo com parques incríveis, cinemas, festas de aniversário, pais e mães foi reduzido a somente cinzas e poeira, cicatrizes, queimaduras, corpos mutilados e fundidos. Agora, em uma época em que todos os jovens são obrigados a se entregar às milícias para, com sorte, serem treinados ou, se tiverem azar, abatidos, Pressia não pode mais fingir que ainda é uma criança. Sua única saída é fugir.
Houve, porém, quem escapasse ileso do Apocalipse.
Esses são os Puros, mantidos a salvo das cinzas pelo Domo, que protege seus corpos saudáveis e superiores. Partridge é um desses privilegiados, mas não se sente assim. Filho de um dos homens mais influentes do Domo, ele, assim como Pressia, pensa nas perdas. Talvez porque sua própria família se desfez: o pai é emocionalmente distante, o irmão cometeu o suicídio e a mãe não conseguiu chegar ao abrigo do Domo. Ou talvez seja a claustrofobia, a sensação de que o Domo se transformou em uma prisão de regras extremamente rígidas. Quando uma frase dita sem querer dá a entender que sua mãe pode estar viva, ele arrisca tudo e sai à sua procura.
Dois universos opostos se chocam quando Pressia e Partridge se encontram. Porém, eles logo percebem que para alcançarem o que desejam — e continuar vivos — precisarão unir suas forças.

Creio que a sinopse já esclareceu muito sobre o livro. Puros é mais um livro distópico, mas não é apenas isto. Este livro aborda também sobre a perfeição da raça e sobre a dramaticidade daqueles que conseguem sobreviver com pouco. Neste aspecto, achei a autora brilhante. Ela passa todas as sensações de miséria, tristeza, sobrevivência... e é tão real!
Por outro lado, não achei que a trama em si foi tão convincente. As estratégias usadas pelo Willux não fizeram sentido para mim, e não sei se foi intenção na autora, mas teve muitos “furos” além do que provavelmente será discutido no próximo livro. Porém, apesar dos deslizes da autora, a trama conseguiu me prender.
Acho que isto aconteceu pelo clima de tristeza do livro e toda essa dramaticidade. Até porque eu adoro muito um bom drama. E é isto que Puros oferece, acima de tudo. Como vocês puderam perceber, não fiquei tão convencida pelos planos malignos que faz do livro uma distopia, mas a vida dos personagens, os romances, isto sim me convenceu. A autora também desenvolve bem o cenário, dando ideia ao leitor do estado miserável que está todas as terras fora do Domo.
Quando terminei a leitura senti como se conhecesse muito bem a todos os personagens. Pressia é uma garota excepcional. Apesar de sua cabeça de boneca no lugar da mão, apesar tudo.. ela é uma sobrevivente! Adoro personagens principais assim. Já Partridge também é um amor. A relação dele com Pressia não é difícil de adivinhar, mas ainda assim, é emocionante. Outros personagens da trama que me encantaram bastante foram o Bradwell – garoto excepcional, outro sobrevivente – e El Capitán. Meu Deus, El Capitán com suas lembranças e seu irmão sempre ali, é emocionante demais. Acho que ele tornou-se meu personagem favorito.
Então, apesar de ser uma distopia com uma ideia não tão bem desenvolvida, acho que o drama e a intensidade da história consegue fazer de Puros um livro bom. Aconselho não ler com grandes expectativas pois pode ser que você não goste, mas por outro lado, pode ser que você seja surpreendido. Eu gostei e, apesar de tudo, estou louca por mais drama destes personagens incríveis. A continuação de Puros chama-se Fuse.


Resenha: A Estrela - Javi A. e Isabel H.

Sinopse: Após uma catástrofe ter transformado o Linde em um ambiente hostil e instável, todos os habitantes do mundo precisam aprender a viver em clãs isolados, dentro dos Limites Seguros. As rupturas fazem com que o mundo mude de forma repentinamente e os que não estão preparados podem perder-se para sempre. Durante uma violenta ruptura, Lan, uma garota que vive no clã de Sálvia, não resiste e acorda sozinha e sem mantimentos no meio do deserto. Logo a garota é resgatada, porém, por seu pior inimigo. Destemida e determinada a encontrar sua família, Lan percebe que a única forma de reencontrá-la e talvez encontrar uma cura para o Linde depende unicamente da aliança com um povo nada confiável.

Comecei a leitura deste livro despretensiosa. Tinha lido a sinopse, me interessado pela trama, mas sem realmente saber sobre tudo o que abordava. Devo dizer que tiro o meu chapéu imaginário para estes autores pois eu realmente fui surpreendida.
Nesta resenha, não vou falar muito sobre a trama em si, pois acho que é melhor quando o leitor é pego de surpresa. Mas para nos situarmos, o livro se passa em um planeta devastado por catástrofes, um planeta instável que muda de forma constantemente e, por isto, os habitantes se mantém unidos em pequenas vilas. É um mundo cheio de regras e tradições, mas que são revistas pela jovem Lan e o jovem que ela chama de Sequestrador.
Achei incrível o desenvolvimento destes personagens. Lan, uma guerreira nata, impressionante e também é uma personagem muito carismática. O Sequestrador é aquele personagem misterioso, pertencente a um povo antigo e cheio de tradições. Ambos embarcam em uma jornada de aventuras, perigos e luta pela sobrevivência. E no decorrer disto, surge sentimentos que eles nunca experimentaram antes. Apesar disto, ambos sabem que são diferentes e que nunca poderiam ficar juntos.
"A Estrela" contem sim alguns clichês como esse amor impossível entre Lan e O Sequestrador, um possível triângulo amoroso e um pouco de distopia. Mas, apesar disto tudo, é um livro cheio de ideias inovadoras, surpreendente e cheio de aventura. É um livro gostoso de ser lido, com ideias fantásticas mas que o leitor compreende com facilidade. Os termos novos também são explicados cuidadosamente, além do mais, creio que o leitor aprende simultaneamente com as descobertas de Lan.
Acho que parte do motivo de eu ter gostado muito da protagonista é que o livro não é narrado em primeira pessoa. Mas quando paro para pensar na Lan narrando a história, não acho que ela faria o tipo de personagem feminina irritante. Ela é tranquila, jovem, astuta e corajosa. Apesar de seus recém-descobertos sentimentos pelo Sequestrador ela é altruísta e faz tudo pensando na salvação de Linde. O Sequestrador é outro personagem curioso, desde o início do livro já percebe-se que ele é aquele personagem que não segue direito as tradições mas o leitor não tem ideia do quão longe ele pode ir e do quão altruísta ele pode ser.
De verdade, esta é mais uma daquelas resenhas em que estou botando todos os meus sentimentos. A leitura é fantástica apesar de o final ter me deixado frustrada. Esse é um livro que eu adoraria demais que tivesse uma continuação. Nem se fosse uma única linha. Só para saber o que aconteceu com o personagem que eu adorei tanto. Apesar da ideia genial dos autores, odiei ser deixada no escuro. Vou surtar dias a fio, pensando no que aconteceu com ele e não saberei nunca! #desconsolada
Outra coisa que eu queria dizer nesta resenha é: Lan refere-se ao menino como O Sequestrador durante quase o livro todo. Só no final ela dá um nome a ele mas não vou contar u_u É um nome lindo e perfeito e.. estou ficando emocionada de novo. Mas enfim, vocês só saberão o nome dele lendo este livro. Então leiam!
Acho que já fui longe demais mas queria falar mais uma vez que este livro é realmente surpreendente. Vale muito a pena ler! É uma distopia com ideias diferentes. Não vou negar dizendo que o livro não tem alguns furos porque tem sim. Algumas coisas não foram esclarecidas e aí que eu venho novamente com a ideia de que uma sequencia seria maravilhosa, mas "A Estrela" é aquele livro que fechou bem e que a trama não tem muito mais a oferecer. Apesar disso, dos poucos furos, achei um livro impressionante, com uma leitura fácil e fluida. Para aqueles leitores assíduos por uma boa aventura com um tiquinho de romance, totalmente recomendo “A Estrela”. Sério, leiam. É bom demais. Quero mais!


Confiram abaixo o making off desta capa maravilhosa e em seguida assistam também ao booktrailer :)




Lançamentos da Novo Conceito - Setembro

Oi pessoal! Creio que muitos de vocês já viram essas novidades mas para aqueles que ainda não viram, aqui estão os lançamentos da Novo Conceito para este mês de Setembro.


Ladrão de Almas - Alma Katsu

No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação a depende totalmente de seu passado. De um lado um romance histórico, de outro uma história sobrenatural, The Taker é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.

Um porto Seguro - Nicholas Sparks
Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades relutantes: uma com Alex, o viúvo, com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, a outra com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família. No entanto, quando Katie começa a se apaixonar, ela se depara com o segredo obscuro que ainda a assombra e a amedronta: o passado que a deixou apavorada e a fez cruzar o país para chegar no paraíso de Southport. Com o apoio simpático e insistente de Jo, Katie percebe que deve escolher entre uma vida de segurança temporária e outra com recompensas mais arriscadas... e que, no momento mais sombrio, o amor é seu único refúgio.

Outros lançamentos:


Sorteio: A culpa é das estrelas


Oi pessoal! Em parceria com a super Editora Intrínseca, estou sorteando aqui no blog um exemplar de A culpa é das estrelas. Se vocês leram a minha resenha sabem que eu adorei. O livro é muito emocionante e vale a pena todo mundo ler. Por isto, participem bastante da promo. Basta seguir as regrinhas simples de sempre.



As entradas só serão válidas com o preenchimento do formulário! Abaixo estão as regras e as entradas extras, mas para validar vocês terão que preencher o formulário.

Regras obrigatórias:
.: Seguir o blog publicamente;
.: Deixar um comentário qualquer neste post.

Entradas extras (só serão liberadas quando você cumprir as obrigatórias):
.: Seguir o meu twitter (@thayscilla);
.: Seguir o twitter da Editora (@Intrinseca);
.: Curtir a página do facebook da Editora (Link aqui);
.: Comentar na resenha do livro (Link aqui);
.: Assinar o newsletter do blog;
.: Divulgar a promoção no twitter - tem um mecanismo específico do formulário para esta entrada extra.

Qualquer dúvida me contatem via twitter!

A promoção irá até o dia 30 de Setembro. Boa sorte para todos!

a Rafflecopter giveaway

Lançamentos da Intrínseca - Setembro


Olá pessoal! Estou postando aqui os lançamentos da Editora Intrínseca para este mês de Setembro. Preparem os bolsos porque tem muitos livros legais e muitas novidades.


Feita de Fumaça e Osso - Laini Taylor (Lançamento: 10 de Setembro)
No primeiro volume da série homônima, a autora Laini Taylor cria um universo fantástico, onde batalhas épicas e um amor proibido se unem pela esperança de um mundo refeito. A protagonista é Karou, uma jovem de cabelo azul que enche seus cadernos de desenhos de monstros e fala muitas línguas — nem todas humanas. Quem é ela? A pergunta persegue Karou, e o caminho até a resposta começa no olhar abrasador de um completo estranho.
Guia de Sobrevivência - Rick Riordan (Lançamento: 18 de Setembro)

Colorido, com fotos e imagens, o livro traz informações extras sobre os personagens, os deuses, as criaturas mitológicas e todos os lugares do mundo mencionados por Rick Riordan nas aventuras de Carter e Sadie. Com esse guia em mãos, fãs da série As crônicas dos Kane também vão aprender a decifrar mensagens secretas, ler corretamente os hieróglifos e recitar encantamentos ancestrais — ferramentas fundamentais para qualquer mago moderno.

Floresta dos corvos - Andrew Peters (Lançamento: 20 de Setembro)

Na primeira aventura da série de Andrew Peters, Ark vive no alto das últimas árvores que restam no mundo, no país suspenso de Arborium. Mas a magnífica floresta torna-se alvo de uma poderosa trama cujo objetivo é dilapidar seus recursos naturais, e ele é o único que pode impedir. Flagrado pelos malfeitores, Ark parte em uma corrida desesperada até a temida Floresta dos Corvos, onde talvez esteja sua única chance de salvar seu lar, seu povo e, é claro, a própria vida.




E tem mais. Além destes livros citados acima, tem também lançamentos muito esperados como Cinquenta tons mais Escuros. E também Selvagens.


Cinquenta tons mais Escuros - E. L. James
Assustada com os segredos do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir.
Lançamento: 15 de Setembro
Selvagens - Don Winslow

Eleito um dos 10 melhores livros de 2010 pelo The New York TimesEntertainment WeeklyThe Los Angeles Times e Chicago Sun-TimesSelvagens narra a aventura de dois produtores de maconha da Califórnia que precisam salvar a namorada deles, sequestrada por um cartel de drogas mexicano.
Lançamento: 18 de Setembro


E então, quais livros vocês estão loucos para ler? Eu mal posso esperar para ter o meu Cinquenta tons mais escuros e mãos. Além dele, também fiquei bastante intrigada com Selvagens. Digam-me quais são seus livros de interesse pelos comentários :)