Resenha: Extraordinário - R. J. Palacio

Primeiro lugar da lista de best-sellers do The New York Times, eleito um dos melhores títulos YA de 2012 nos Estados Unidos, o premiado livro de estreia da americana R. J. Palacio traz à tona a luta contra o preconceito ao contar a história de um menino de 10 anos que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial.
Narrado da perspectiva de August e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade – um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo.
August é um menino de 10 anos que nasceu com uma síndrome genética e, como sequela, teve uma deformidade facial. Ele já está acostumado com os olhares de surpresa das pessoas e o modo como tentam desviar o olhar deu seu rosto. Mas quando sua mãe tem a ideia de coloca-lo em uma escola, Auggie não aceita a ideia no começo. Mas Auggie muda de ideia e pretende estudar em uma escola como todos os outros. É um menino esperto, inteligente e muito decidido. Sabe que a escola não seria fácil, mas ainda assim, continua firme e forte apesar de todas as barreiras que a vida na escola lhe impõe.
O livro é dividido em oito partes e cada parte tem um narrador. Auggie é o narrador principal, que nos introduz à sua vida de menino. Este personagem é fantástico! Apesar de eu geralmente não me familiarizar muito com personagens infantis, August é capaz de conquistar qualquer leitor com a sua inocência e a sua sinceridade. É um menino muito gentil, que sofre com todas as sequelas deixadas pela síndrome, e também é bem inteligente. Infelizmente, a probabilidade não estava a favor de August, uma vez que a probabilidade de ser assim como ele é de uma em um milhão. Mas ainda assim, ele é um menino alegre, que conquista qualquer pessoa que se dê a chance de conhecê-lo melhor.
Quando chega a idade de as crianças frequentarem as escolas, é muito comum sofrer de ansiedade e medo. Afinal, não é fácil estar em um ambiente novo com pessoas novas. Para August, que nunca frequentou uma escola antes, é ainda pior tentar se juntar à multidão pois ele sabe como as pessoas olham para ele e como sempre é o centro das atenções. Apesar de seu esforço para esconder o rosto com o cabelo comprido, ele começa a frequentar a escola e sabe que é o alvo das fofocas. Em muitos momentos, senti pena do garoto, por sofrer tanto nas mãos dos outros alunos, por ser alvo das conversas, das piadas, das brincadeiras de mau gosto. Chorei em vários momentos enquanto Auggie, firme e forte, narrava seus dias de escola. É impossível não se emocionar com a vida deste garoto.
"Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo." 
Sua narração sincera deixa o leitor sensível aos episódios que ocorrem com ele. Em vários momentos, deu-me vontade de entrar no livro e dar broncas nos outros meninos. Inevitavelmente, me enchi de um sentimento protetor em relação ao Auggie. Achei incrível como a autora foi capaz de transformar antes o sentimento de pena, que senti inicialmente quando August nos revela sua deformidade, em um instinto protetor em relação à ele. E é tudo tão real, tão vívido, que acaba se tornando uma leitura muito tocante.
As partes que não são narradas pelos Auggie, são narradas por alguém relacionado à ele. Seja um colega de escola ou mesmo sua irmã, Olivia. Também achei fantástico a autora ter separado capítulos narrados por diferentes personagens pois dá abertura ao leitor para descobrir realmente o que o personagem sente em relação ao August. E estas partes do livro acabaram se tornando uma verdadeira surpresa para mim. A maior surpresa foi Olivia, que é irmã de August, se mostra protetora em relação ao irmão mas ao mesmo tempo se sente culpada pelo inevitável sentimento de ciúmes e vergonha.
No geral, o livro nos mostra as dificuldades de August em ser tratado como uma pessoa normal. Mas também nos mostra que a sociedade muitas vezes não está preparada para lidar com qualquer diferença que outra pessoa possa ter. Neste livro, a diferença é a deformidade facial de August mas também há outras várias diferenças que as pessoas às vezes tem dificuldade em aceitar.
O livro é fantástico, perfeitamente escrito, e superou todas as minhas expectativas. Com uma narrativa fácil e cativante, reconhecemos que a vida de Auggie não é nada fácil mas ele não se deixa desanimar. Um personagem exemplar, e completamente extraordinário, que vai te conquistar se você se der a chance de conhecê-lo também.



Leia o primeiro capítulo do livro e, se gostar, aproveite e reserve seu livro! Compare os preços aqui.

38 comentários:

  1. Olá.
    Amei sua resenha. Esse livro já entrou na minha lista de desejos assim que o vi entre os lançamentos da Intrínseca. Sua resenha me deixou ainda mais curiosa quanto a leitura.

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
  2. Oie Thay
    linda resenha
    Realmente ,eu tmb tive esse sentimento protetor com August, ao ler o livro. Minha vontade era entrar na história e dar um fora em todos aqueles que o julgavam por sua aparência.
    Sem dúvida o melhor livro que li este ano.
    bjos

    ResponderExcluir
  3. *o*
    Acho que essa é a primeira resenha que leio do livro. Mas vi muitos litores comentando sobre a leitura e, em quase 100% dos casos, o livro foi favoritado.
    Tenho que ler esse livro!
    Parece ser incrível..

    João Victor, Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    A sua resenha está muito bem escrita..achei interessante o enredo do livro.
    Beijocas
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa acho seu blog Show..!
    Parabéns..
    Beijocas..

    Sorteio:http://www.meninasabida.com.br/os-mimos-chegaram-lindo-colar-para-sorteio-tambem-confira-lindo

    Site: http://www.meninasabida.com.br/

    Canal: http://www.youtube.com/watch?v=rCZKDjdmeD4&feature=player_embedded

    ResponderExcluir
  6. Oi Thay,
    Estou muito curiosa pra ler esse livro! A história parece ser muito interessante. Adorei a resenha :))

    Beijos, Bi
    http://behindenemyline8.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro
    Mas amei a resenha, fiquei bem interessada

    Beijos
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Desde que vi a capa desse livro, antes mesmo de saber do que tratava, eu já tinha ficado com muita vontade de ler. Me chamou muita atenção!
    Gostei muito do tema abordado, acredito que seja uma grande história.
    Gostei muito da sua resenha. Espero me emocionar com esse livro!

    Obrigada pelo carinho.
    Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  9. PRECISO COMPRAR ESTE LIVRO. Confesso que não tinha gostado da capa e nem procurei ler a sinopse, mas li sua resenha e não sabia que o livro tratava de preconceito!
    Quanto a história, parece ser demais. Eu acho indigno de um autor usar um problema sério ou uma tragédia para ganhar dinheiro, mas vou usar o exemplo do John Green (e imagino que esse também seja o caso do autor de Extraordinário): ele apenas fala sobre o assunto, mostra como é a vida da pessoa com o tal problema. É difícil? É. Mas parece que a diferença entre Hazel e Auggie é que dela sentiam pena, dele repulsa.

    A Intrínseca deve estar feliz, por que você realmente convenceu um leitor a comprar um livro da editora através da sua resenha. Vou comprar assim que receber meu rico dinheirinho.

    Beijos!
    www.nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. @Nath Lambert
    Então, as vezes lemos uma sinopse por cima ou vemos a capa mas não conseguimos nos interessar.
    Este livro é incrível e eu acho que você, mesma sem ter lido, acertou no que disse. Acho que ambos os autores escreveram o livro para mostrar a vida destas pessoas.
    Na verdade, no final deste livro tem uma mensagem da autora e dá para entender porque ela escreveu o livro.
    Eu sinceramente espero que você goste :)

    ResponderExcluir
  11. Ficando cada vez mais curiosa para ler esse livro, adorei sua resenha.;

    clicandolivros.

    ResponderExcluir
  12. Ah Thay, que resenha emocionante! *.* Tô maluquinha que o meu exemplar chegue looooogo!
    Gosto de livros que abordem esses assuntos... Modelos que a sociedade nos impõe... sei lá, parece que quando temos o contato com uma história assim muitas questões despertam em nossas mentes, nos faz entender que somos especiais assim como somos!

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia e fiquei interessada. Parece ter uma grande mensagem.

    Beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Thay <3
    Eu disse que li a resenha! Só nao tinha vindo comentar UHAUHAUH
    Me apaixonei pela sua resenha, fiquei morrendo de vontade de ler <333 Uma pena é eu estar pobre DD:
    Mas sério, gostei demais <333 vou nem ler um pouquinho do livro, pra não passar mais vontade ;; UHAUHAUHAUH

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Eu confesso que não dava nada por esse livro, mas depois da sua resenha eu fiquei muito animada para ler! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Thais! Linda sua resenha. Mostra como você realmente se sentiu ao ler esse livro. Quero muito ler ele, parece ser uma história incrível. Sua nota 5 me deixou mais ansiosa ainda pela leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Estou complemente louca por esse livro ! Eu me prometi esse ano que não compraria livros que não fossem para completar série, mas esse vai ser impossível de resistir. *-* até minha mãe tá ansiosa para lê-lo. Adorei sua resenha, Thay.
    Beijos, O
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  18. Nossa que resenha enorme!!! Mas as partes que li me convenceu sobre a qualidade do livro. Parabéns pela leitura, dica anotada.

    Obrigada pela visita e comentário no meu blog!!!

    ResponderExcluir
  19. Agora com todos os elogios quero esse livro hehe

    Beijos
    Guilherme.
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi Thay ;)
    Que resenha linda, amei! Estou mega ansiosa e com muita expectativa para ler Extraordinário! Só o booktrailer já me convenceu, e estou esperando que o correio passe logo para entregá-lo!
    O August deve ser incrível, porque é tão difícil para quem é diferente fisicamente fazer com que as pessoas aceitem que você é normal e faz parte do mundo também! Louca para ler!
    Obrigada pela visita e comentário :)
    Tem post novo no blog!
    Beijos, Nathi
    @bookswonderland
    Books in Wonderland

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito da resenha, principalmente a parte sobre a narração, descobri que sou fascinada por técnicas narrativas, narradores diferentes em um único livro, rs

    bjs, estou seguindo
    http://beletrismos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Ameiii sua resenha! Cada vez que leio uma fico mais apaixonada e ansiosa pelo livro!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Eu concordo quando você diz que a sociedade não sabe aceitar a diferenças. Mesmo que nós sejamos uma população repleta de diferença, sempre que aparece algo fora do "comum" as pessoas se assustam. Eu estou com muita vontade de ler esse livro, porque ele parece ter um enorme aprendizado e nos mostra que nem tudo na vida é apenas a aparência. Acredito que nós temos que evoluir muito, para um dia chegarmos a não ligar para essas diferenças e apenas lugarmos para o ser das pessoas. O que acho super legal também, é que a autora escreveu esse livro baseado em uma experiencia própria. Parece que um dia ela estava com o seu filho na padaria (?) - eu acho - e apareceu um menino deformado, e após isso ela queria uma maneira de ensinar seu filho, que aquilo não era nada demais, foi ai que surgiu a ideia de escrever o livro.
    Ótima resenha,
    Beijinhos
    Segredo de um Mundo

    ResponderExcluir
  24. Eu nunca tinha ouvido falar do livro e do escritor.
    A resenha ficou muito boa, senti vontade de ler o livro.
    Bjokass

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Adorei! Quero muito ler este livro, a capa não é lá a melhor de todas mas a sua resenha está incrível, parabéns! Beijo

    http://booksmyloves.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Puxa, o livro parece mesmo ser muito bom. Eu curto o tema, as diferenças sempre atraem minha atenção quando vou procurar um bom livro pra ler :)
    Ótima resenha, parabens!
    Bom final de semana, beijocas =*

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  27. Esse livro é fantástico - eu me apaixonei pela narrativa, pelos personagens e pela sensibilidade de autora ao criar a trama!

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  28. Eu estou completamente louca para ler esse livro!

    A história dele parece ser bem emocionante e cativante não é mesmo?

    Ele coloca em jogo um tema muito interessante.

    Eu adorei a sua resenha :)

    acidamentesensivel.com

    ResponderExcluir
  29. Estou bem ansiosa para ler o livro, geralmente não é algo que me chama atenção, mas resolvi dar uma chance a aprender um pouco mais.

    Andy_Mon Petit Poison
    POISON TRIP - Os Magos (Opiniões) j.mp/14EwqkT

    ResponderExcluir
  30. Oi Thay! flor estou louquinha por esse livro!!!
    TODAS as resenhas que li falam mto bem do livro, sem contar que a estoria parece ser emocionante!!
    Já sei que vou chorar qndo ler hahahaha
    Ficar imsginando td o que o menino sofreu e tal..

    Beijão

    ResponderExcluir
  31. Desde que li sobre o lançamento do livro já fiquei com aquela pulguinha atrás da orelha. Sua resenha é a primeira que eu leio e, realmente, acho que irei gostar bastante do livro (se tiver a oportunidade de ler.
    Quem dera se o mundo respeitasse as diferenças das pessoas, mas estamos num mundo de hipócritas que não respeitam nem uma doença, que se acham superiores e melhores por ter apenas uma aparência melhor.
    Ok ok, acho que estou sendo protetora antes mesmo de ler, rs.
    Adorei sua resenha.

    Beijos
    Letícia
    Animus Book

    ResponderExcluir
  32. Este parece ser um livro bem comovente e realista, com certeza fiquei interessada em le-lo apos sua resenha, pq é exatamente o tipo de livro q eu gosto! :D
    Beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. O Auggie parece mesmo um personagem inspirador. A cada resenha positiva que lieo fico com mais vontade ainda de ler!

    Adorei seu cabeçalho com os lançamento mais esperados :D

    Bjs!
    http://newromantic.net

    ResponderExcluir
  34. Ah, Thais, não sei se irei ler esse livro. Tenho certeza que é o tipo de história que me fará chorar e me emocionar demais. Essas coisas da sociedade não aceitar o diferente e de normalmente olhar e julgar mal é tão séria e importante.
    Honestamente, estou divida entre ter coragem de ler e me emocionar, ou não ler e manter meu sentimento de insatisfação controlado. Dúvida de que o livro irá me emocionar e me surpreender eu não tenho, mas, não sei.
    De acordo com a sinopse e sua resenha: Ser diferente é ser extraordinário.

    Beijos,
    Bibliotecando com a Cris

    ResponderExcluir
  35. Oi, Thay!

    Só tenho lido ótimas resenhas a respeito desse livro e estou cada vez mais com vontade de ler.
    Está na minha lista de desejados. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Estou LOUCA por esse livro. A sinopse me pegou de uma tal forma que eu só consigo pensar em comprar esse livro JÁ.
    Essa é a primeira resenha que leio de Extraordinário e adorei! ;)

    Beijos,
    Belly ~ Just a Girl

    ResponderExcluir
  37. Eu estou simplesmente apaixonada por esse livro só de ler as resenhas por aí. E a sua não fica pra trás, adorei a mesma e espero ter a oportunidade de ler o livro logo e gostar tanto quanto <3

    Beijo:*
    Naty.

    ResponderExcluir
  38. Essa é a primeira resenha q leio do livro. A intrínseca sempre lança ótimos livros, e esse não poderia ser diferente. Ainda estava em dúvida se leria ou não, mas depois da sua resenha minha dúvida se esvaiu.
    Gosto qdo livros são narrados sob o ponto de vista de mais um personagem, assim temos uma noção do todo da estória, e isso da mto certo nas mãos de hábeis escritores.
    Vc tem razão, o mundo não está preparado para as diferenças. é como se os q são "diferentes" tivesse que se adaptar a nossa realidade, e não o contrário, nós nos adaptarmos a diferença deles, reconhecê-las e saber viver com elas. Gosto de livros com temas polêmicos, esse com certeza vai para lista de desejados!
    Bjs
    Daiane
    nouniversodaliteratura.com

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante:)