Resenha: Sob o céu do nunca - Veronica Rossi


Sinopse: Desde que fora forçada a viver entre os Selvagens, Ária sobreviveu a uma tempestade de Éter, quase teve o pescoço cortado por um canibal, e viu homens sendo trucidados. Mas o pior ainda estava por vir... Banida de seu lar, a cidade encapsulada de Quimera, Ária sabe que suas chances de sobrevivência no mundo além das paredes dos núcleos são ínfimas. Se os canibais não a matarem, as violentas tempestades elétricas certamente o farão. Até mesmo o ar que ela respira pode ser letal. Quando Ária se depara com Perry, o Forasteiro responsável por seu exílio, todos os seus medos são confirmados: ele é um bárbaro violento. É também sua única chance de continuar viva.
Perry é um exímio caçador, em um território impiedoso, e vê Ária como uma menina mimada e frágil – tudo o que se poderia esperar de uma Ocupante. Mas ele também precisa da ajuda dela, somente Ária tem a chave de sua redenção. Opostos em praticamente tudo, Ária e Perry precisam tolerar a existência um do outro para alcançar seus objetivos. A aliança pouco provável entre os dois acabará por forjar uma ligação que selará o destino de todos os que vivem sob o céu do nunca.
Sob o céu do Nunca é aquele tipo de distopia fantástica que encanta o leitor fã deste gênero. Com cenários diversos, Veronica Rossi nos leva à este mundo onde o Éter é inconstante e amedronta todos os sobreviventes, sejam eles Ocupantes ou Forasteiros.
Com capítulos alternados entre Aria e Peregrine, a autora expandiu a visão do leitor, para entender ambos os lados – o lado de Aria como uma Ocupante e o lado de Perry, como um Forasteiro. Isso enriqueceu muito o livro, dando-nos a chance de realmente conhecer os dois protagonistas e, claro, de ver crescer a forte ligação entre eles. E, apesar de ter romance neste livro, o romance não é o foco principal e isto me agradou muito. Adoro livros românticos mas a autora soube explorar, desenvolver bem o enredo e com isto o casal principal, sem exagerar em nada.
Aria, logo nos primeiros capítulos, passa uma sensação de garota esperta e isso me encantou logo de cara. Mas só ao longo de sua trajetória – a perda da amiga, ser abandonada pelos Ocupantes, entre outras coisas que vem a acontecer com ela – é que percebemos que ela se torna uma verdadeira heroína. Gostei muito desta personagem e em momento algum ela me deixou irritada, acho que todas as ações e todo o seu desenvolvimento foi bem verdadeiro e compreensível.
Perry, por outro lado, era uma incógnita para mim. Personagem meio descontrolado, instável, mas ainda assim muito apaixonante. É ótimo conhecer sua história e, claro, senti muita pena por tudo o que ele passou. Enquanto as experiências que Aria passa ao seu lado são todas novas, Perry já vem se virando no mundo desde sempre, sofrendo com tudo que se possa imaginar. É incrível ver o desenvolvimento de Perry ao lado de Aria, suas descobertas, seus laços se formando. Mais incrível ainda ver que ele sempre pensa nos outros, em seu povo, em sua tribo e quer fazer o melhor por eles.
Neste livro, a autora nos apresenta muitos personagens mas poucos são os que realmente brilharam para mim. Alguns ainda me deixaram curiosa para saber mais sobre suas histórias. E ainda pretendo vê-los novamente na continuação.
O final foi fantástico. Aquele tipo de final inesperado, que vem em poucas páginas e te arrasta. Parece sonho. Lindo de ver o tanto que os personagens cresceram ao longo da trama e percebe-se isso através de suas atitudes e suas ações. Ansiosa para saber o que acontecerá no próximo livro, Through the ever night que tem previsão para ser lançado aqui no Brasil ainda no segundo semestre.
Livro mais que recomendado para os fãs de distopias. Não faço comparações pois acho que cada livro de distopia tem uma abordagem diferente de mundos criados diferentes, mas garanto que vale a pena esta leitura. Sob o céu do Nunca é um livro com leitura rápida, fluida, e apaixonante. Leiam!


12 comentários:

  1. To louca pra ler! Este livro esta super bem cotado! Soh vejo elogios por ai...

    Legal q uma autora brasileira esteja fazendo tanto sucesso neh?

    Bjokas,
    Daniela Tiemi
    Livros, Filmes & Musicas

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, mas achei muito interessante, procurarei saber mais e talvez o leia. ^^
    Adorei a resenha!!

    Beijoos

    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu conheço esse livro, mas ainda não o li.
    Não tenho muita vontade de lê-lo. Sinceramente, acredito que não gostarei da história.
    Caso tenha oportunidade, lerei. Mas não estou desesperado pra lê-lo, se é que me entende.
    E que bom que você curtiu MUITO a leitura. Isso é bom.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  4. Livro nacional, certo? Se sim, impressionante como os autores estão melhorando ainda mais a literatura brasileira. O trabalho feito com a capa ficou ótima! Já nos passa uma ideia bem distópica e de isolamento. O livro parece ser muito interessante. Fiquei curiosa para ler. Dica com certeza anotada!

    Bjoos
    http://leiturarecomendada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Thay, depois de ler sua resenha fiquei mais curiosa ainda quanto a esse livro, adoro distopias e tô querendo muito ler esse livro. bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu não sabia muito sobre essa distopia até ler essa resenha e estou encantada com a história de Ária, quero ler muito em breve, me fez lembrar de um história parecida assim no contesto que li ano passado e gostei muito.

    ResponderExcluir
  7. Oi Thay!

    Eu estou muito curiosa para ler esse livro. Eu adoro distopias (acabou virando meu gênero literário preferido) e eu não posso perder a oportunidade. E agora que você disse que é realmente bom, tenho que lê-lo logo!

    Beijos
    Aline
    Memoirs and Books

    ResponderExcluir
  8. Li o livro em inglês logo que lançou. Eu adorei o mundo criado pela autora, amei os personagens, inclusive os secundários. Um dos meus preferidos é o Roar *o*
    Inclusive já li Through the ever night <3
    Adoro a série, virei fã da autora e adorei o mundo distópico criado por ela! Estou ansiosa pelo 3º livro.

    Quero ler a versão lançada por aqui pra saber como ficou a tradução pq a autora tem palavras inventadas e td mais.

    Adorei a resenha e concordo com você, não gosto de fazer comparações com outros distópicos, pq cada um tem seu próprio mundo.

    Bjs.
    Andresa Dias
    www.leiturasefofuras.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu comecei a ler distopias há pouco tempo mas quando vi a sinopse de Never Sky, achie muito bacana. Sua resenha também foi bem empolgada, então acho que vale a pena mesmo ler, ainda mais se o texto é rápido e flui com facilidade.

    ResponderExcluir
  10. Nossa... 5 estrlinhas?
    Foi muito amor... rsrsrsrs
    Eu sempre tive vontade de ler este livro.
    Distopia chegou e conquistou meu coração! <3
    Tô precisando de livros com leituras rápidas e fluentes... tô mega-ultra atrasada com minhas leituras.

    Beijos
    Danni
    Garotas e Livros

    ResponderExcluir
  11. Apesar de a resenha ajudar a aguçar a curiosidade, não creio que seria muito do meu agrado. O livro não faz meu gênero, mas não custa tentar. Numa momento oportuno, talvez eu o leia.

    ResponderExcluir
  12. Não sei porque, mais quando li o título "Sob o Céu do Nunca" pensei em Peter Pan. Enfim, essa história deve ser bem encantadora, envolvente. Não consegui me imaginar sendo obrigada a morar com selvagens e, logicamente, ter consequências. Quero muito lê-lo!!

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante:)