Resenha: Meu amor, meu bem, meu querido - Deb Caletti

Sinopse: É verão no nordeste da cidade de Nine Mile Falls e Ruby McQueen, de 16 anos, comumente conhecida como A Garota Calada, está saindo com o maravilhoso, rico e louco por emoções Travis Becker. No entanto, Ruby está num beco sem saída e percebe que se arrisca cada vez mais quando está com Travis. Em um esforço para manter Ruby ocupada, sua mãe, Ann, a arrasta para o clube de leitura semanal que ela comanda. Quando descobrem que uma das criadoras do clube é a protagonista de uma trágica história de amor que estão lendo, Ann e Ruby planejam um encontro dos amantes de longa data. Contudo, para Ruby essa missão acaba sendo muito mais do que apenas uma viagem...
Eu já tinha lido um livro da autora antes então já sabia mais ou menos o que esperar deste livro. E, em Meu amor, meu bem, meu querido o estilo da autora não mudou em nada. Continua com a escrita leve mas que ao mesmo tempo mostra as profundezas dos sentimentos da protagonista, além de que, desde o começo da trama a autora já tem um destino bem específico para suas personagens.
Li várias resenhas deste livro e tenho que discordar de algumas coisas que li pois eu achei que a autora teve, sim, desde o início um objetivo com este livro e com essa personagem, a Ruby. A Ruby é uma adolescente que, como qualquer adolescente, se rende aos encantos de Travis, um badboy. Mas a autora nos mostra que quando Ruby está perto de Travis, ela é instável, ela se rende aos desejos de Travis, faz tudo o que ele quer. E um relacionamento não deve ser assim. A mãe de Ruby tenta mantê-la longe dele para que esta influência ruim acabe e é assim que Ruby acaba entrando em um clube de leitura.
Neste clube de leitura chamado Rainha Caçarola, os integrantes – que são bem mais velhos que Ruby – acabam por lhe contar das próprias experiências amorosas e em meio a isto, descobrem o segredo de uma integrante, que acabará levando-os a uma jornada em prol do amor.
É uma delícia ver a jornada destas pessoas, conhece-los pelas suas histórias e sentimentos. Senti que a autora tinha um propósito para nos mostrar com essa história, como no outro livro que li da autora, mas ao mesmo tempo é uma história aparentemente despretensiosa e leve.
Gosto do jeito de escrita da autora, gosto dos temas que ela aborda em seus livros e com Meu amor, meu bem, meu querido não foi diferente. Foi uma leitura agradável e que eu recomendo, apesar das muitas críticas negativas. Até porque é um livro bem pequeno e dá para ler super rápido.


PS: Desculpem-me pela falta de postagens mas a faculdade está consumindo meu tempo. Vou tentar postar resenhas sempre que der :)

5 comentários:

  1. Eu achei esse livro tão bonitinho. Eu esperava um pouco mais dele, mas mesmo assim, relevei um pouco isso hauhaa
    Adorei sua resenha *-*

    Beijos, Jac
    http://behind-thewords.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Thais,

    Eu adorei o outro livro da Deb, mas não me interessei muito por esse, tanto que nem cheguei a pedi-lo à editora.
    Parece ser levinho. Pelo visto a autora é boa em passar certo tipo de mensagem. É uma pena que ele venha sendo mal recebido, já vi o pessoal comentando sobre ele, e como já não tinha muita vontade, continuei desempolgada pelo livro.
    Mas que bom que você gostou!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é muito fofo, e gostosinho de ler!
    adorei sua resenha!

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Thay! Tudo bem?
    Ahh, eu fiquei com vontade de ler o livro! Ando lendo umas coisas mais leves mesmo, e esse livro parece fofo :3
    Adorei a indicação! Saudade de conversar com você :D

    Beijos,
    Leeh - Hangover

    ResponderExcluir
  5. Oi Thais!

    Não fiquei com muita vontade de ler esse livro não... A história não chamou minha atenção...

    Ah linda, tem selo para você lá no blog tá?

    http://www.detudoumpouquinho.com/2013/08/selo-de-qualidade.html

    Bjus

    Lay
    De Tudo um Pouco

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante:)