Resenha: Simplesmente Ana - Marina Carvalho

Sinopse: Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.
Este livro foi exatamente do jeito que eu esperava. É um livro gostoso de ler, bem o meu estilo, e para surpreender e mostrar aos leitores que autores nacionais também fazem sucessos e agradam tanto quanto YA’s internacionais.
Ana é uma garota como qualquer outra que, do nada, descobre que seu pai é um rei de um país na Europa. Com a finalidade de dar uma chance para o pai e uma chance para si mesma de conhece-lo, Ana parte para a Europa para passar um período com o pai, na Krósvia. Lá Ana conhece Alex, o enteado do pai de Ana. Carrancudo, grosso e desconfiado, Alex começa a conhecer Ana e mostrar para ela o seu país e, com tanto charme, Ana é incapaz de não pensar em Alex. Mas nem tudo é uma maravilha e Ana tem que se virar com seus problemas e com Alex sem ter seus amigos e mãe por perto, ao mesmo tempo em que divide-se cada vez mais entre o Brasil e a Krósvia.
Como eu disse antes, gostei muito do livro. Achei que tem um desenvolvimento legal dos personagens, do romance entre Alex e Ana, e das próprias relações familiares. Tem um pouco de mistério com relação aos sonhos de Ana e isso deixa a trama bem fascinante.
Porém, eu esperava um pouco mais da personagem. Em alguns  momentos ela toma umas atitudes realmente importantes como adulta, em outros ela age como criança e isso acabou me irritando bastante. Mas no geral, adorei o casal, adorei os personagens secundários, a relação de Ana com os pais, a história da família real da Krósvia. Achei tudo fantástico e bem desenvolvido.
A escrita da autora é leve, gostosa e bem jovem. Gostei muitíssimo disso. É um livro curto, para ser lido rapidamente. Adorei a diagramação e capa e dou os parabéns para a Novo Conceito pela belíssima edição do livro.

Recomendo a leitura para as leitoras que gostam de um chick-lit ou mesmo livros YA.